Edição nº 1091 11.10 Ver ediçõs anteriores

Edição Nº 1072 31.maio.18

Editorial

O custo do caos

Economia

A nova dúvida europeia

Com a dificuldade de formar um novo governo, a Itália vê consolidação de populistas e coloca a estabilidade da União Europeia em xeque mais uma vez

A economia parou?

Diante da alta do dólar e da greve dos caminhoneiros, a perspectiva de crescimento do Brasil neste ano está caindo de 3% para 2%. Empresários aguardam as eleições para desengavetar investimentos

Um mar de problemas

A greve dos caminhoneiros deixou um rastro de prejuízos bilionários para o setor produtivo e colocou em xeque a recuperação da economia. Os investimentos, que cresceram 0,6% no primeiro trimestre, devem ser afetados. O saldo para o Brasil não foi positivo

Retomada em construção

Estudo exclusivo mostra o que está por trás da lenta recuperação do setor imobiliário e indica mudanças estruturais no novo ciclo de alta. As empresas aprenderam a lição de que o avanço não pode vir a qualquer custo

Negócios

A Oi começa a sair do enrosco

As brigas não ficaram para trás, mas a operadora de telefonia dá sinais de que avança com seu plano de recuperação judicial

O próximo passo da Cyrela

Depois de ver sua receita cair pela metade durante a crise, a construtora aposta em novos empreendimentos, redução de estoque e inovação para recuperar o seu espaço

A bilionária fábrica de chocolate

Entenda como o Grupo CRM, dono das marcas Kopenhagen, Brasil Cacau e de uma joint venture com a suíça Lindt, planeja alcançar uma receita de R$ 1,5 bilhão em 2018

Estilo

Toque feminino na Tag Heuer

A francesa Elodie Thellier é a primeira mulher a ocupar o principal cargo executivo na região América Latina da centenária marca suíça

Finanças

As incertezas do Mercantil do Brasil

O BC proibiu – de novo – o banco mineiro de receber um aporte de capital. A agência Moody’s rebaixou a sua nota. E há uma dança das cadeiras na cúpula

Dinheiro em Ação

O papel da paralisação nas empresas

Artigo

A Petrobras errou, sim. Mas você, eleitor, não pode errar em outubro

Em junho de 2016, a Petrobras adotou uma regra em que os combustíveis sobem ou descem todos os dias. Lamento informar que esse modelo não funciona no Brasil

Investidores

Petrobras no olho do furacão

Ações da estatal caíram 34% nos últimos 12 dias. É hora de comprar?

Mercado Digital

Naspers sob as luzes

Qual a fórmula que tem feito o fundo sul-africano ganhar bilhões nos negócios em que investiu milhões

X

Copyright © 2018 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.