Edição nº 1074 15.06 Ver ediçõs anteriores

Edição Nº 1023 15.jun.17

Economia

“Os ganhos com a globalização precisam ser compartilhados”

10 perguntas para Alexis Mourre, presidente da Corte Internacional de Arbitragem

O novo bê-á-bá dos cofres estaduais

Tesouro revê classificação de risco de crédito dos estados. A medida permitirá aos governadores que fazem ajuste fiscal obterem aval da União em novos empréstimos e, assim, financiarem obras

Estado permanente de emergência

De presidenciável a presidiário, o ex-governador do Rio Sérgio cabral deixou como legado a calamidade nas contas públicas. Agora, o estado negocia um acordo de socorro bilionário com a União e enfrenta o desafio de reduzir gastos com pessoal e a dependência do petróleo

América Latina em ebulição

Imersos em crises políticas, Brasil, Argentina, Venezuela, México e até o Chile não conseguiram se reinventar após o fim do ciclo virtuoso das commodities. Recuperação econômica continuará lenta na maioria desses países

Negócios

A revolução do basquete no Brasil

Para a NBA, desenvolver o basquete brasileiro é fundamental para os negócios e ganhos de longo prazo. Entenda como a liga americana vem sendo peça-chave para o renascimento do esporte no País

O sonho do negócio próprio

As franquias são um caminho natural para quem deseja começar a empreender. O problema é arrumar os recursos para abrir uma empresa. As linhas de financiamento ainda são escassas e o melhor é usar dinheiro próprio. Mas existem algumas alternativas

É hora de investir em franquias?

Especialistas dizem que sim. Setor passou imune à crise, com repetidos crescimentos de faturamento e, agora, oferece condições para o empreendedor crescer junto com a retomada da economia brasileira

O apaixonado por franquias

Espírito empreendedor, fé e acordar cedo: os conselhos de Carlos Wizard Martins para se dar bem no setor

Suando para inovar

Em franca ascensão, o mercado fitness encontra no sistema de franquias o modelo ideal para ganhar musculatura. No cada vez mais disputado segmento, quem empreende passa à frente

O CEO cosmopolita da Takeda

Depois de multiplicar por quatro os resultados da farmacêutica japonesa, em apenas cinco anos, Ricardo Marek recebe a missão de comandar os negócios em 35 países. Conheça a sua fórmula

US$ 7 trilhões para salvar o planeta

Está sobrando dinheiro para projetos verdes e sustentáveis. O Brasil tem um potencial imenso para atrair parte dessa fortuna. Empresas brasileiras como Suzano, BRF, Fibria e CPFL, já se movimentam para ganhar a confiança dos investidores

O lance da NBA no Brasil

Berço de fenômenos do esporte e do marketing mundial, a liga americana de basquete, dona de uma receita global de US$ 5,8 bilhões, prepara um novo salto para popularizar sua marca no País

O plano de Caoa para a Hyundai

O grupo brasileiro e a montadora coreana se consolidam entre as quatro maiores marcas do setor e negociam a extensão de uma fórmula que deu certo

Mercado Digital

O maior rival da Uber não transporta um passageiro

Como o empreendedor japonês Masayoshi Son, fundador do grupo Softbank, está criando um competidor global ao mais popular aplicativo de transporte do planeta

O caminho digital da Moleskine

Famosa pelos bloquinhos de papel, a empresa italiana tenta se reinventar com o uso da tecnologia. Conheça o plano para turbinar as suas vendas por aqui

Dinheiro em Ação

CVM condena Eike Batista por informação privilegiada

Finanças

Original na mira do Santander

Conhecimento do agronegócio e boa plataforma tecnológica seriam atrativos aos espanhóis

Artigo

É a renda (e os juros), estúpido

O impacto do dinheiro extra no desempenho do varejo sublinha o fato que, no Brasil, ganha-se mal. Sobra pouco para o consumo

X

Copyright © 2018 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.