Edição Nº 1189 18.set.20

Economia

Etanol batizado com subserviência

Sem pedir qualquer contrapartida, governo brasileiro estende isenção para a compra de combustível dos EUA e impõe mais dificuldades a um setor que já enfrenta problemas de sobra.

Onde a faca corta

Proposta de redução do Estado pode diminuir em até R$ 816 bilhões os gastos públicos com folha de pagamento. Para isso seria necessário atacar privilégios do topo da pirâmide.

Corrida contra o relógio

Depois de meses de letargia, discursos desencontrados e troca de farpas, governo e Congresso tentam acelerar aprovação de projetos antes das eleições municipais.

Negócios

Game over da zona franca?

Sony anuncia o fim da produção em Manaus e segue os passos de CCE, Gradiente, Nokia e Philips.

Leilões na era do Blockchain

Para garantir maior transparência e segurança nos arremates, a Rede Bom Valor aposta em nova tecnologia que pode movimentar R$ 100 bilhões em cinco anos.

Sucessão no império da cerveja

Responsável pela transformação do mercado cervejeiro global, o brasileiro Carlos Brito deve deixar o comando da AB InBev, a maior companhia do setor no mundo. Solução interna é apontada pelo mercado como a mais viável.

Todos querem a Laureate

Num rally entre os maiores grupos de ensino do País, a Yduqs, a Ser Educacional e a Ânima disputam compra da Laureate, dona da Anhembi Morumbi e FMU. O que está em jogo é a liderança.

Tecnologia

Suspense na Apple

Companhia lança linhas de tablets e relógios e avança na oferta de serviços para seus usuários. Já o esperado anúncio do iPhone 12 atrasa e deve ocorrer apenas em outubro.

Ciência da criatividade

Software da Winnin mapeia, com data science e machine learning, os vídeos assistidos pelo mundo, gera dados e detecta tendências para a produção de conteúdos relevantes e assertivos.

Finanças

Por que o Nubank comprou a Easynvest

Acirramento da concorrência justifica o casamento do banco com a plataforma de distribuição de investimentos.

Um homem do século

A morte do banqueiro Aloysio Faria, aos 99 anos, encerra um capítulo nas finanças brasileiras.

Capa

O dragão tem fome. O governo, fiscais

Com altas que chegam a 58% em apenas um mês, alimentos da cesta básica pressionam os índices de preços — e trazem de volta a tentação de resolver o problema com medidas heterodoxas.

O ministro negativo

Humilhações públicas, recado passado por terceiros e atritos nos bastidores transformam Brasília em um cenário de guerra fria envolvendo o presidente e seu ministro da economia Paulo Guedes.

Investidores

A agitação migrou para a bolsa

Investidores em fundos imobiliários passam de 1 milhão. Esse movimento é sustentável?

Artigo

Desenvolvimento sustentável depende de mais investimentos em inovação

Nível de investimento público em pesquisa e desenvolvimento no Brasil é menor do que há 20 anos. Para reverter esse quadro, é essencial garantir a liberação integral dos recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.

Dinheiro em foco

“A Justiça foi rápida e mostrou que há segurança jurídica no Brasil”

Dinheiro em Ação

Minerva Foods recebe proposta pela Athena

Estilo

O que há de tão bom no bourbon?

Setembro é o mês da bebida que se tornou patrimônio dos EUA. Para brindar, elaboramos uma lista com alguns dos melhores e mais raros uísques desse tipo. As garrafas podem custar até US$ 4 mil.

Memória

Visionário de berço

O empresário Marcos Hacker Melo estruturou um império no setor de veículos que vai de automóveis a ônibus e caminhões, máquinas agrícolas e equipamentos de construção — mas sai de cena prematuramente em uma história de arrojo e de um grande legado.

Dinheiro na Semana

JPMorgan: mercado acionário pode perder US$ 200 bilhões no trimestre

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.