Economia

Economia: Projeções de despesas com Previdência, pessoal e subsídios caem

Crédito: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Ministro da economia, Paulo Guedes (Crédito: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

O Relatório de Avaliação de Receitas e Despesas do 3º Bimestre, divulgado nesta quinta-feira, 22, pelo Ministério da Economia, traz revisões em expectativas de receitas e nas projeções de gastos até o fim deste ano, na comparação com o relatório publicado anterior.

A previsão de gastos com benefícios previdenciários em 2021 caiu R$ 891,0 milhões, para R$ 705,948 bilhões. A projeção para os pagamentos de pessoal e encargos sociais caiu R$ 3,042 bilhões, para R$ 332,355 bilhões.

FMI aprova aumento da capacidade de crédito a países mais pobres

O gasto previsto com subsídios e subvenções ficou R$ 1,057 bilhão menor, passando para R$ 11,782 bilhões. Já os valores estimados para o pagamento de precatórios e sentenças judiciais ficaram estáveis em R$ 20,848 bilhões.



Pelo lado da arrecadação, a estimativa para as receitas com dividendos de estatais aumentou R$ 846,0 milhões, passando para R$ 17,813 bilhões.

Já as receitas previstas com concessões subiram R$ 351,4 milhões, para R$ 8,201 bilhões. O relatório também mostra que a projeção para arrecadação com royalties neste ano aumentou R$ 7,554 bilhões, para R$ 80,324 bilhões.

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago