Economia

Economia confirma mais dois meses de suspensão de contrato de trabalho e corte de jornada e salários

Crédito: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Guedes destacou que essa ação foi a mais efetiva da administração pública federal criada durante a pandemia da covid-19 em termos de gastos (Crédito: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

O governo federal confirmou hoje (21) que vai prorrogar por mais dois meses o programa de suspensão de contratos de trabalho e corte de jornada e salários. Segundo a Folha de São Paulo, o ministro da Economia, Paulo Guedes, foi o responsável pelo anúncio.

Guedes destacou que essa ação foi a mais efetiva da administração pública federal criada durante a pandemia da covid-19 em termos de gastos. Além disso, disse que esta ampliação vai contribuir para a recuperação da economia, principalmente, proporcionando manutenção dos empregos.

+ Ipea defende, pós-crise, desoneração temporária e extensão de redução de jornada
+ Covid-19: Governo prorroga programa de redução de salários e jornada 

O ministro calcula que 16 milhões de empregos foram preservados com o gasto público de R$ 20 bilhões.

A suspensão de contratos de trabalho e o corte de jornada e salários foram implementado pelo governo federal em abril. A ideia inicial era de dois meses de suspensão de contrato, mas em julho houve expansão para até 120 dias.

Veja também

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?