Mundo

EasyJet publica texto polêmico sobre a Calábria e é acusada de racismo

Crédito: AFP/Arquivos

Avião da companhia EasyJet (Crédito: AFP/Arquivos)

A companhia aérea EasyJet publicou texto polêmico dizendo que a região da Calábria, no sul da Itália, recebe poucos turistas por sua “história de atividade mafiosa” e pela falta de “cidades icônicas como Roma e Veneza”. A publicação gerou revolta entre os italianos e foi considerada “racista” pelo governo da Calábria.

Segundo o UOL, a região é berço da ‘Ndrangheta’, uma das máfias mais poderosas do país. Além disso, é uma terra com belas praias e vilarejos históricos, além da alta gastronomia.

+ EasyJet anuncia corte de até 30% dos funcionários por coronavírus
+ Itália prevê queda histórica do turismo
+ EasyJet sofre ciberataque que afeta nove milhões de clientes

“Para uma amostra autêntica da animada vida italiana, nada é melhor que a Calábria. Essa região sofre com uma evidente ausência de turistas por causa de sua história de atividade mafiosa e de terremotos – e da falta de cidades icônicas como Roma ou Veneza, capazes de atrair fãs do Instagram”, dizia o texto retirado do ar.

Nesta terça-feira (23), a governadora da Calábria, Jole Santelli, comentou que o conteúdo é “ofensivo, míope e tem um claro sabor racista”. Ela afirmou que muitas palavras poderiam ter sido usadas para descrever a “maravilha de uma região única no mundo”, mas a companhia inglesa preferiu as “mais ignorantes e batidas”, criando “preconceitos injustificáveis”.

A empresa se desculpou e apagou o texto. Afirmou que o intuito era destacar que a região é subestimada do ponto de vista turístico e que a Calábria é uma região muito importante para a EasyJet.

Santelli disse que a melhor maneira de arrumar a confusão seria “incrementar os voos para a Calábria”.

Veja também

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?