Finanças

“É possível ganhar do grande, desde que você use armas diferentes”, afirma Gustavo Caetano, da Sambatech.

Crédito: Reprodução/YouTube/sambatech

A senha do bom negócio é buscar soluções resolvendo atritos, tanto para o consumidor como para as empresas, nas mais diversas jornadas, diz o CEO (Crédito: Reprodução/YouTube/sambatech)

O fundador e CEO da Sambatech, Gustavo Caetano, foi o entrevistado da live da IstoÉ Dinheiro, nesta quinta-feira (11). Autor do livro “Pense Simples”, uma espécie de auto-ajuda para empreendedores iniciantes, obra muito bem conceituada, o jovem empresário fala na entrevista sobre sua carreira, desde a saída da cidade mineira de Araguari até atingir o sucesso, na cara e na coragem, percorrendo o Vale do Silício, a Europa, até desembarcar na capital mineira (BH), como uma das 10 mentes mais inovadoras do país, segundo a turma lá do MIT. “O segredo dos negócios está em olhar o problema e resolvê-lo reduzindo os atritos”, atesta.

Numa trajetória bem-sucedida, Caetano foi fundador da Associação Brasileira de Startups e foi considerado, pelo site americano Business Insider, como o Mark Zuckerberg brasileiro. Na conversa, ele não economiza em autocríticas, diz que sua carreira contabiliza vários erros, evidentemente muitos acertos. No entanto, ele não vê qualquer problema em errar, mas afirma que o fundamental é aprender com os erros. “Minha história é de erros o tempo inteiro. Tentativa e erros. A lógica do mercado agora é: falhar é rápido, é barato, mas aprenda com os erros. Tem que errar barato”, diz.

A Sambatech foi criada como uma companhia que distribuía jogos para celular. Caetano conta que o nome da empresa nasceu da ideia de homenagear o Brasil e a tecnologia, seu negócio. Diz ele que há uma década, com as mudanças do mercado e o aparecimento de novas oportunidades, ampliou os negócios. Hoje, a empresa mineira é líder em inovação e distribuição de vídeos online na América Latina, focando principalmente no ensino a distância. No ano passado, eles inauguraram a Samba Digital, uma unidade de negócios focada em transformação digital, com o propósito de transformar pessoas e negócios por meio da inovação. “Num país que existe tanta dificuldade, existe também muita oportunidade”, avalia.

Caetano afirma que muita gente acha que inovação é criar algo que não existe. “Não é bem assim”, avalia. Para ele, a senha do bom negócio é buscar soluções resolvendo atritos, tanto para o consumidor como para as empresas, nas mais diversas jornadas. “Os melhores investimentos beiram a ilegalidade”, diz. Como um dos grandes influenciadores do mundo das startups, referência no Linkedin, o jovem CEO fala no bate-papo sobre digitalização nas empresas, avalia as oportunidades na crise e diz que ser resiliente é a alma do empreendedor que busca o sucesso. “É possível ganhar do grande, desde que você use armas diferentes. O maior erro do pequeno é quando ele vai lutar com o grande e querer combater de igual para igual”, finaliza.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel