Dinheiro na Semana

E a “gripezinha” já matou 1 milhão

Crédito: Divulgação

Foram necessários pouco menos de nove meses desde o primeiro óbito oficial por Covid-19 no mundo, no dia 11 de janeiro, para o planeta chegar a assustadora marca de 1 milhão de mortos e 33 milhões de infectados. O número foi registrado na segunda-feira (28), num momento em que vários países, como Canadá, Estados Unidos, Israel e Reino Unido, começam a retomar as medidas mais severas de confinamento, na tentativa de evitar uma nova alta nos casos e óbitos. Enquanto isso, o Brasil vai no sentido contrário. Com quase 5 milhões de casos oficialmente registrados e cerca de 145 mil mortes, o País é o segundo no total de vítimas fatais e terceiro no número de contaminados, atrás apenas de Estados Unidos e Índia. A maior crise de saúde no mundo dos últimos 100 anos mudou a fisionomia do planeta, transformou hábitos e atingiu mais de 180 países, abalando a economia global. Confira a evolução da pandemia, números da crise e algumas declarações dadas pelo presidente do Brasil desde a descoberta do novo coronavírus.

Hapvida anuncia aquisição do Grupo Santa Filomena

Divulgação

A Hapvida anunciou a aquisição do Grupo Santa Filomena, por R$ 45 milhões. O negócio prescinde da aprovação dos órgão reguladores. O Santa Filomena é formado pela operadora de saúde Filosanitas, pelo Hospital Santa Filomena, por três clínicas médicas e por um centro de diagnóstico por imagem, todos sediados em Rio Claro (SP). Em comunicado, a direção da Hapvida afirmou que “dentre os planos de expansão orgânica em São Paulo, estão previstas novas estruturas assistenciais, incluindo três hospitais, além de pronto-atendimentos, clínicas e unidades de diagnóstico, todos com inauguração prevista para o primeiro semestre de 2021”.

Disney demite 28 mil

A pandemia segue fazendo estragos nas grandes corporações do mundo. Uma das maiores empresas de entretenimento do planeta, a Disney anunciou, na terça-feira (29), a demissão de 28 mil funcionários. Os cortes serão feitos em diversos setores, como parques de diversão, cruzeiros, eventos e produtos derivados.

Governo libera R$ 5 bilhões para MEIs

Na segunda-feira (28), o Ministério da Economia liberou R$ 5 bilhões para financiar microempreendedores individuais (MEIs), micro e pequenas empresas. A linha de crédito oferecerá empréstimo via maquininha de cartão. Essa é a primeira de duas parcelas do Programa Emergencial de Acesso ao Crédito (Peac), na modalidade de garantia de recebíveis. No total, serão liberados R$ 10 bilhões. Segundo o governo, serão beneficiadas 3 milhões de empresas com faturamento bruto igual ou inferior a R$ 4,8 milhões. A medida visa atenuar os danos causados pela crise da Covid-19 nas companhias.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel