Giro

Duas onças e outros 18 animais foram envenenados no Pantanal, diz PF

Crédito: Reprodução/Pixabay

A PF informou que o agrotóxico tem venda proibida no Brasil desde 2017, por ser extremamente tóxico, mas pode ser facilmente encontrado no Paraguai. (Crédito: Reprodução/Pixabay)



Duas onças e 18 animais encontrados mortos na região do Abobral, em Corumbá, Pantanal sul-mato-grossense, foram envenenados pelo agrotóxico carbofurano, aponta a Polícia Federal (PF) que divulgou hoje (24) conclusão de investigação iniciada no ano passado. Segundo o órgão, os responsáveis foram identificados e indiciados. Os nomes dos investigados e a motivação para o crime não foram informados.

O envenenamento foi confirmado com a análise de um pedaço do fígado de uma das onças mortas. O material foi encaminhado para exame pericial em Brasília. A PF informou que o agrotóxico tem venda proibida no Brasil desde 2017, por ser extremamente tóxico, mas pode ser facilmente encontrado no Paraguai.

+ ‘É incabível que empresas aéreas considerem os animais como objetos’, diz juiz

O laudo pericial aponta também que o uso do “carbofurano para envenenamento intencional de animais domésticos e selvagens tem sido frequentemente descrito em publicações científicas, como um dos praguicidas mais comuns para esse fim”.




Relembre o caso

Os animais foram encontrados, em junho de 2021, por uma equipe do Instituto Reprocon que fez uma incursão na mata para rastrear o colar de GPS instalado em um dos animais monitorados pelo grupo. O aparelho havia emitido sinal referente ao sensor de mortalidade.

Ao encontrarem a onça-pintada já morta, em estado avançado de decomposição, os pesquisadores foram surpreendidos com outros animais mortos nas proximidades do local, entre eles mais uma onça. A condição em que foram encontrados levou à suspeita de envenenamento.

“Sandro, macho de onça-pintada com mais de 120 kg, de apenas 4 anos, foi encontrado morto. Já bastaria para ser triste e lamentável, mas não acabou; próximo a ele outra onça-pintada, também macho com aproximadamente 140 kg, um cachorro-do-mato, um gavião carcará e 14 urubus”, descreveu a organização em uma rede social no dia 3 de julho de 2021.


Segundo o instituto, Sandro era monitorado por colar GPS desde setembro de 2020. “[Isso] permitiu a localização desses animais, 600 metros da margem do rio adentrando uma propriedade privada arrendada”, diz o texto.

O Reprocon destaca que a morte de animais por envenenamento gera um efeito cascata, matando outros bichos que se alimentam da carcaça. “Metade da população de onças do mundo se encontra aqui no Brasil”, lembra a entidade.






Tópicos

África Agência de Segurança da Saúde do Reino Unido Agência Nacional de Vigilância Sanitária Anvisa Biomedicina Brasil brasileiro Alemanha varíola brasileiro varíola calafrios Características vírus varíola do macaco casos da varíola dos macacos casos na Europa cepa África Ocidental cepa do Congo contato entre parceiros sexuais disseminação Varíola doença endêmica África doença varíola mais comum África doença viral doenças virais dor de cabeça dores de cabeça dores musculares dores nas costas endêmica África erupção Espanha Estados Unidos exaustão exposição Varíola fadiga muscular e erupções no rosto febre gays genoma inflamação dos linfonodos Inglaterra lgbtqia+ linfonodos inchados Londres medidas Monica Debolle monkeypox OMS onça ONU organização mundial da saúde origem da varíola dos macacos Pantanal pesquisa varíola do macaco porque a variola dos macacos tem esse nome? Portugal primeiro brasileiro varíola macacos Reino Unido saúde Sequenciamento de genoma Vírus da Varíola do macaco sexo entre homens sintomas da varíola sintomas varíola febre erupção cutânea Surto na Europa pode ter surgido em festas rave Transmissão da varíola transmissão em raves transmissão entre homens transmissão sexo entre homens transmissões doença UKHSA varíola varíola do macaco é grave? Varíola do macaco na europa varíola do macaco no Brasil varíola dos varíola dos macacos varíola dos macacos áfrica varíola dos macacos brasil varíola dos macacos brasileiro contaminado varíola dos macacos congo varíola dos macacos cura varíola dos macacos duração varíola dos macacos erupções varíola dos macacos medicamentos varíola dos macacos mortes varíola dos macacos nome varíola dos macacos órgãos varíola dos macacos pele varíola dos macacos remédios varíola dos macacos sintomas