Giro

Dose da vacina pode ser diferente dependendo da idade, diz especialistas

Crédito: Reprodução/Astrazeneca

O grupo que recebeu a dose baixa não incluiu nenhum participante com mais de 55 anos. Não está claro se a eficácia de 90% é válida para adultos mais velhos (Crédito: Reprodução/Astrazeneca)

As preocupações em torno da eficácia da vacina da Oxford/AstraZeneca contra o coronavírus em pessoas mais velhas pode levar diferentes grupos de idade receber vacinas diferentes, segundo os especialistas.

+ Brasil define critérios para uso emergencial de vacinas contra Covid-19
+ Covid-19: Anvisa divulga regras para autorização emergencial de vacina

Os parceiros anunciaram na semana passada que a vacina tinha uma eficácia geral de 70%. Para a maioria dos participantes do ensaio a eficácia foi de 62%, mas para 3 mil participantes, que receberam por engano meia dose em sua primeira injeção, a eficácia foi de 90%. Nenhum participante, independentemente da dosagem, desenvolveu Covid grave ou foi hospitalizado com a doença.

No entanto, verificou-se que o grupo que recebeu a dose baixa da vacina não incluiu nenhum participante com mais de 55 anos, o que significa que não está claro se a eficácia de 90% é válida para adultos mais velhos, que estão em maior risco do coronavírus.



Isso levou a AstraZeneca a anunciar um novo ensaio global usando o regime de dose mais baixa, embora não se espere que isso afete o cronograma para a aprovação regulatória e lançamento da vacina no Reino Unido e na Europa.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel