Edição nº 1129 12.07 Ver ediçõs anteriores

Dormindo sob a aurora boreal

A aurora boreal é um dos fenômenos óticos mais incríveis da natureza. A partir de 2021, será possível dormir sob esse brilho nos céus noturnos nas regiões polares. O escritório norueguês de arquitetura Snøhetta, as construtoras sueca Skanska e norueguesa Asplan Viak e a empresa de viagem Arctic Adventure Norway estão construindo um hotel próximo ao Ártico. Ele ficará em Svartisen, a segunda maior geleira da Noruega, às margens do fiorde Holandsfjorden. O hotel Svart terá formato circular, com vista em 360º, e um projeto que obtém um melhor aproveitamento energético, pois gerará mais energia do que gastará por meio de painéis solares e de poços geotérmicos. O valor de uma diária ainda não foi revelado.

(Nota publicada na Edição 1078 da Revista Dinheiro)


Mais posts

Four Seasons adere às experiências de luxo

A oferta de experiências exclusivas se tornou o maior apelo de vendas dos tempos atuais. E a rede de hotéis Four Seasons já percebeu [...]

O drinque de US$ 5 mil

Criado na década de 1920, em Detroit (EUA), o coquetel que recebeu o nome “Last Word” era servido em uma taça de cristal Baccarat [...]

Conversíveis da McLaren chegam ao Brasil por mais de R$ 3 milhões

A fabricante de carros supeesportivos McLaren anunciou a chegada de dois modelos conversíveis ao País: o 720S Spider e o 600LT Spider. [...]

Messi e o seu relógio do bem

A relojoaria de luxo Jacob & Co. firmou uma parceria com o jogador argentino Lionel Messi para criar um relógio de edição limitada [...]

Nas montanhas do Colorado por US$ 78 milhões

Uma casa de 9,7 mil m² em Edwards, no Colorado, próximo à estação de esqui de Beaver Creek e ao prestigioso Vail Mountain Club, está à [...]
Ver mais

Copyright © 2019 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.