Giro

Doria afasta coronel da PM que fez postagens pró-Bolsonaro e contra STF

Crédito: Reprodução/Twitter

Aleksander comandava a PM em Sorocaba e declara apoio ao presidente Jair Bolsonaro (Crédito: Reprodução/Twitter)

O comandante da Polícia Militar Aleksander Lacerda foi afastado pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB), após postagens em rede social defendendo protestos a favor do presidente Jair Bolsonaro e atacando o Supremo Tribunal Federal (STF).

Lacerda era responsável pelo Comando de Policiamento do Interior (CPI)7, em Sorocaba, e o afastamento foi confirmado por Doria na manhã desta segunda-feira (23) em entrevista à rádio CBN.



+ Bolsonaro sanciona LDO de 2022 e veta fundo de financiamento eleitoral

Segundo reportagem do Estadão, nas postagens Aleksander ainda criticou o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, por não atender o pedido de impeachment contra o ministro Alexandre de Moraes, feito por Bolsonaro na semana passada, e mirou seu desacordo político em Doria e no novo secretário do governo paulista, Rodrigo Maia.

A decisão do governador foi apoiada no regulamento da corporação, que proíbe os policiais de manifestarem ou promoverem atos político-partidários. Na entrevista, Doria afirmou que o coronel adotou postura de indisciplina e disse que seu governo não vai admitir comportamento deste tipo dentro da Corporação Militar.

+ Especialista revela o segredo dos bilionários da bolsa. Inscreva-se agora e aprenda!