Giro

Dono de bar que manteve aglomeração na pandemia pode pagar R$ 200 mil de indenização

Crédito: Arquivo/Agência Brasil

Promotor considera que o proprietário do bar desrespeitou as medidas sanitárias do governo estadual para evitar o avanço da covid-19 (Crédito: Arquivo/Agência Brasil)

O funcionamento de bares e restaurantes no Estado de São Paulo está restrito devido à pandemia da covid-19. No entanto, alguns estabelecimentos não estão cumprindo as determinações impostas pelo governo estadual.

Diante disso, o Ministério Público do Estado de São Paulo entrou com uma ação civil pública com pedido de indenização por dano moral coletivo contra o empresário João Luís Pereira Junior, dono do Bar João Porquinho, na Vila Industrial, em Presidente Prudente (SP). De acordo com o G1, o promotor Marcelo Creste pede R$ 200 mil de indenização.

+ Governo de SP pode lançar pacote de socorro para bares e restaurantes

Para o promotor, o proprietário do bar desrespeitou as medidas sanitárias do governo estadual para evitar o avanço da covid-19.

O proprietário do bar, diz o promotor, agiu como se pandemia não existisse, como se o vírus não gostasse de aglomerações de pessoas, como se os hospitais tivessem quantidade inesgotável de leito UTI e como se as pessoas não adoecessem ou morressem por causa dessa doença.

Ele alega ainda que a decisão do proprietário de manter o local aberto demonstra total desprezo às normas sanitárias e à saúde pública.

+ Jaguar Land Rover: a luta contra a falta de confiança dos consumidores

O juiz Luiz Augusto Esteves de Mello, da 1ª Vara Cível do Fórum da Comarca de Presidente Prudente, deu o prazo de cinco dias para a efetiva demonstração de que ao Poder Público local não restam meios eficazes de coerção para cumprimento das medidas sanitárias para o enfrentamento da pandemia de coronavírus contra comerciantes que as desrespeitam.

E escreveu, segundo o G1, que não se pode transferir ao Poder Judiciário execução de medida que seja competente ao gestor público local, sob pena de ferir a distribuição de competências previstas na Constituição Federal.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel