Finanças

Dólar voltar a cair ante rivais, com impasse por pacote fiscal nos EUA

Em um pregão volátil, o dólar voltou a se enfraquecer em relação a outras moedas fortes, com o foco do mercado nos impasses entre democratas e republicanos sobre o próximo pacote fiscal dos Estados Unidos.

Próximo ao horário do fechamento das bolsas de Nova York, o dólar recuava a 105,66 ienes, enquanto o euro subia a US$ 1,1803 e a libra esterlina registrava leve baixa a US$ 1,3073, quase estável. O índice DXY, que mede a variação da moeda dos EUA ante uma cesta de seis rivais fortes, caiu 0,17%, a 93,382 pontos.

“Qualquer tração positiva para o dólar é considerada limitada, com Washington tendo dificuldades para chegar a um acordo sobre outro pacote de ajuda e com o coronavírus segurando firmemente a economia”, afirma o analista de mercado Joe Manimbo, do Western Union.

Após mais um dia de negociações bipartidárias em Washington, o secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, disse que o governo americano está preparado para implementar medidas de estímulo fiscal por meio de decreto, possibilidade que já havia sido mencionada ontem pelo presidente Donald Trump.

Segundo Mnuchin, as tratativas com o Partido Democrata estão no mesmo nível que estavam há uma semana. Os republicanos propuseram reduzir o benefício de auxílio-desemprego para US$ 200 por semana, mas os democratas querem manter o valor em US$ 600 por semana.

“Nada fundamental mudou e, por isso, vimos esse recente salto do dólar com ceticismo. Com a reversão de hoje, isso confirma nossa aposta em mais perdas para o dólar”, escreveram analistas do Brown Brothers Harriman (BBH) sobre a tentativa de correção de perdas da moeda dos EUA, que recuou mais de 4% em julho.

A libra, por sua vez, se manteve perto da estabilidade, antes da decisão de política monetária do Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês), que será divulgada nesta quinta-feira, 6.

Ante moedas emergentes e ligadas a commodities, o dólar se fortaleceu. No final da tarde em Nova York, a divisa americana subia a 72,5833 pesos argentinos, a 17,3958 rands sul-africanos e a 22,7585 pesos mexicanos.

De acordo com o jornal Ámbito Financiero, no entanto, o dólar blue caiu US$ 8 no pregão de hoje, a US$ 128, após a Argentina confirmar um acordo com credores privados para a renegociação da dívida externa.

Veja também

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+Conheça os 42 anos de história da picape Mitsubishi L200

+ Remédio barato acelera recuperação de pacientes com covid-19

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

Tópicos

moedas