Giro

Dólar sobe nesta sexta-feira após aprovação de PEC que amplia benefícios sociais

Crédito: Pixabay

Mercado reagiu à aprovação da PEC 1/2022 no Senado (Crédito: Pixabay)



O dólar operou em alta durante todo o dia nesta sexta-feira (1º) após a aprovação da chamada PEC Kamikaze pelo Senado. 

Depois de fechar a quinta-feira (30) em R$ 5,23, chegou na máxima de R$ 5,33 na sexta. A última vez que a moeda norte-americana superou os R $5,30 foi no dia 4 de fevereiro. A alta era de 1,64% às 16h40, com a moeda sendo negociada a R$5,23. 

+Governo do RS reduz em R$ 0,71 ICMS da gasolina; impacto é de R$ 2,8 bi

Com a alta de ontem, o dólar somou um salto de 10,13% frente ao real no mês de junho. No ano, a desvalorização é de 6,14%.




O que é a PEC? 

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) foi aprovada pelo Senado na noite da quinta-feira vai custar mais de R$41 bilhões em gastos do governo com ampliação de benefícios sociais. Para blindar o presidente Bolsonaro de qualquer punição na lei eleitoral, foi incluído um estado de emergência nacional na proposta. 

Está incluída na PEC um auxílio-gasolina de R$ 200 por mês a taxistas, com custo de R$ 2 bilhões, e a destinação de R$ 500 milhões ao programa Alimenta Brasil. 

Há estimativa de gasto de R$ 5,4 bilhões para conceder uma “bolsa-caminhoneiro” de R$ 1 mil por mês; de R$ 2,5 bilhões para dar subsídio à gratuidade a passageiros idosos nos transportes públicos urbanos e metropolitanos; de R$ 1,05 bilhão para dobrar o vale-gás a famílias de baixa renda, que vai subsidiar um botijão a cada dois meses; e de R$ 3,8 bilhões para compensar Estados que reduzam as alíquotas de ICMS sobre o etanol para manter a competitividade do biocombustível em relação à gasolina.