Finanças

Dólar sobe com China, Fed e Copom no foco

Crédito: Pexels

O dólar segue em alta tanto no exterior como no mercado local nesta segunda-feira (Crédito: Pexels)

O dólar segue em alta no exterior e no mercado local nesta segunda-feira e há expectativas se o Banco Central vai intervir com novo leilão de venda de dólares no mercado à vista.

Na tarde de sexta-feira, o BC vendeu US$ 571 milhões e ajudou a tirar pressão do dólar à vista, que fechou a R$ 4,8051 (+4%), após atingir máxima a R$ 4,8390. Mas os juros futuros operam em baixa, sob influência da queda de mais de 4% do petróleo e do recuo dos juros dos Treasuries nesta manhã.



+ Xangai tem recorde de mortes por covid desde o início do lockdown

Pesam nos negócios o cenário de aversão a risco com ampliação das restrições pela covid-19 na China e sinais de agressividade no ritmo da política monetária dos Estados Unidos na próxima semana, enquanto no Brasil a diretoria do Banco Central reforça os sinais de que o aumento de 1 pp, a 12,75% da Selic em maio pode ser o último do atual ciclo de aperto de juros.

Essa perspectiva reduz a atratividade do país em relação ao diferencial de juros ante a aceleração das taxas externas, com efeito de alta no dólar e também de baixa dos juros futuros. Sinais de crise institucional entre STF e militares estão no radar local.

+ Confira 10 receitas para reaproveitar ou turbinar o arroz do dia a dia


A expectativa nos próximos dias fica com o IPCA-15 de abril, na quarta-feira, exatamente uma semana antes da decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) sobre juros (4 de maio), mesmo dia do desfecho da reunião do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano).

Às 9h23, o dólar à vista subia 0,41%, a R$ 4,8241, após máxima a R$ 4,8525. O dólar para maio ganhava 0,51%, a R$ 4,8365, após máxima a R$ 4,8630.




Tópicos

2022 focus ações ações do magazine luiza alta da taxa Selic alta dos combustíveis alta dos juros analista de mercado financeira da OANDA André Meirelles Aperto monetário aplicação de recursos na bolsa ata do copom inflação ata do copom Selic Até quando o dólar vai seguir abaixo dos R$ 5? Atuariais e Financeiras B3 B4 Banco Central banco central norte-americano Banco Original BC BC vende dólares bens primários bitcoin BMG bolsa Bolsa de Valores bolsas mundiais em tempo real bolsas norte-americanas bovespa hoje calendario dólar câmbio ata do copom câmbio Auxílio Brasil câmbio aversão a risco câmbio FED Câmbio Guedes fura teto câmbio hoje câmbio inflação IPCA câmbio ômicron câmbio outubro câmbio pec dos precatórios câmbio previsão câmbio teto de gastos guedes câmbio ucrânia card3 carry trade carry trade dólar Comitê de Política Monetária commodities Como a inflação dos Estados Unidos afeta os negócios brasileiros? Como comprar dólar? Como está a bolsa hoje? Como ficou o dólar hoje? como se faz a cotação do dólar comprar dólar paralelo consumidor Copom Copom dólar copom IPCA Cotação Cotação do dólar cotação dólar hoje banco central cotação ethereum dólar cotação internacional cotação oibr3 devo comprar dólar agora? dexp3 Diagrama Investimentos Diretor de Alocação e Distribuição da InvestSmart diretor de câmbio da Ourominas divisa divisa acumula queda divisas dólar dólar agora dólar amanhã dólar ata do copom dólar bolsonaro dólar bovespa Dólar cai Dólar canadense dólar comercial