Finanças

Dólar segue disparada dos últimos dias e chega a R$ 5,78

Crédito: Pexels

Nova onda de infectados pela covid-19 nos EUA e na Europa está afetando cotação do dólar (Crédito: Pexels)

O aumento de casos da covid-19 nos Estados Unidos e na Europa, além dos conflitos internos envolvendo a política brasileira, levaram a uma nova disparada do dólar na manhã desta quarta-feira (28). Às 10h05 a moeda norte-americana era negociada a R$ 5,738 na compra e R$ 5,739 na venda, alta de 1%.

Um pouco antes, às 9h45, a cotação do dia chegou a bater máxima de R$ 5,789. Ontem (27), o dólar fechou o dia em alta de 1,26%, a R$ 5,685, o maior valor de fechamento desde 20 de maio.

+ Maia critica obstrução de base do governo e cobra interesse para votar reformas
+ Dólar aproxima-se de R$ 5,70 e fecha no maior nível em cinco meses
+ Moedas globais: dólar fica sem sinal único, com covid, acordo e eleição

Os casos de covid-19 voltaram a assustar os EUA e nas últimas 24 horas foram registrados 73,2 mil infectados com o vírus. Dois dias antes, outras 60 mil haviam recebido diagnóstico positivo.

Veja também

+ Sandero deixa VW Polo GTS para trás em comparativo
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial
+ Ivete Sangalo salva menino de afogamento: “Foi tudo muito rápido”
+ Bandidos armados assaltam restaurante na zona norte do RJ
+ Mulher é empurrada para fora de ônibus após cuspir em homem
+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?