Finanças

Dólar recua ante rivais em meio à ansiedade com dados de inflação nos EUA

O dólar recuou na comparação com suas principais rivais, nesta terça-feira, 13, em meio à ansiedade dos investidores com dados do índice de inflação ao consumidor a serem divulgados nesta quarta-feira, 14, nos Estados Unidos.

No fim da tarde em Nova York, o dólar recuava para 107,79 ienes, de 108,60 ienes na tarde de segunda-feira; o euro subia para US$ 1,2360, de US$ 1,2290; e a libra subia a US$ 1,3887, de US$ 1,3831.

Na Chicago Mercantile Exchange (CME), o contrato da bitcoin para fevereiro fechou em queda de 1,80%, a US$ 8.700,00.

Duas semanas de turbulência nos mercados fizeram com os investidores fossem atraídos pelo dólar, diante da expectativa de um ritmo de aperto monetário mais acelerado no país, em meio a sinais de pressões inflacionárias.

O aperto, que seria conduzido através de elevações de juros pelo Federal Reserve (Fed, o banco central americano), beneficia o dólar, que fica mais atrativo para investidores em busca de rendimentos.

Nesta terça, no entanto, analistas dizem que os investidores preferiram realizar lucros com o avanço da moeda. Os participantes do mercado ficarão atentos à divulgação dos números da inflação nos EUA, em busca de mais pistas sobre o caminho da política monetária na maior economia do mundo. (Com informações da Dow Jones Newswires)

Tópicos

moedas