Finanças

Dólar passa a subir à casa dos R$ 5,05 com piora externa após dirigente do Fed

O dólar devolveu a queda intradia, passou a subir no mercado à vista e renovou máxima a R$ 5,0469 há pouco. A virada de sinal para cima acompanha a ampliação de ganhos do dólar ante divisas emergentes e ligadas a commodities, com destaque para a valorização de 1,28% ante o peso mexicano por volta das 11h15.

De acordo com operadores de câmbio, o catalisador da mudança do sinal é ainda a reação externa ruim aos comentários do presidente da distrital de St. Louis do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA), James Bullard.

Em entrevista à CNBC, Bullard afirmou que as discussões para a retirada dos estímulos monetários começaram oficialmente. Na última quarta, o Fed assumiu postura mais “hawkish” em seu anúncio de política monetária.



Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

Tópicos

dólar