Finanças

Dólar cai em linha com exterior à espera de pacote de estímulos dos EUA

O dólar segue fraco no exterior nesta quarta-feira e traz pressão de baixa ante o real, após a moeda americana ter subido ontem no mercado à vista, a R$ 5,6133, contrariando a tendência lá fora. Os investidores mantêm o compasso de espera por uma definição sobre o pacote de estímulos nos EUA. No radar do investidor está o secretário do Tesouro, Bruno Funchal, que iniciou a sua participação no evento Finanças Mais, organizado pelo Estadão nesta manhã.

No câmbio, há expectativas também pelo início da rolagem do vencimento de swap cambial de 1º de dezembro, que totaliza 216.665 contratos (US$ 10,8 bilhões). Para o leilão desta quarta (11h30), a oferta é de até 12.000 contratos (US$ 600,0 milhões). Com a sinalização de que essa rolagem será integral, o BC evitar aumento de demanda “extra” no mercado, mas os leilões diários, na prática, não afetam a precificação do dólar.

São esperados ainda os dados da arrecadação federal em setembro (14h30) e, nos EUA, o Fed divulga o Livro Bege (15h), além de discursos dos dirigentes do Fed Loretta Mester, de Cleveland (11h); Robert Kaplan, de Dallas (13h); Neel Kashkari, de Minnesota, às 13h.

Às 9h37 desta quarta, o dólar à vista caía 0,66%, a R$ 5,57435. O dólar futuro para novembro recuava 0,53%, a R$ 5,5790.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

Tópicos

dólar