Mundo

Dois israelenses são feridos a facadas por palestino na Cisjordânia

Dois israelenses são feridos a facadas por palestino na Cisjordânia

Forças de segurança israelenses destacadas em Azzun após o ataque - AFP

Um israelense e seu filho ficaram feridos, neste sábado, depois de serem esfaqueados na Cisjordânia ocupada, disseram os serviços de emergência e o exército israelense que relataram um “ataque terrorista”.

Os serviços de emergência israelenses, Magen David Adorm, indicaram que haviam tratado um homem de 60 anos e seu filho de 17 anos, feridos na cidade de Azzun, no norte da Cisjordânia, um território palestino ocupado por Israel.

Segundo fontes médicas, o pai sofreu uma pequena lesão na mão e seu filho, atingido nas costas, se encontra estável.

O Exército disse em comunicado que, de acordo com elementos preliminares da investigação, foi um “ataque terrorista”.

“Um agressor esfaqueou dois civis israelenses depois que eles entraram na cidade de Azzun para tratamento médico”, disse ele.

As forças de segurança lançaram uma operação de busca para encontrar o suspeito, de acordo com a mesma fonte.

Os dois israelenses deixavam seu dentista em Azzun quando um jovem palestino se aproximou deles e perguntou se eles eram judeus e, em seguida, os atacou, informou a mídia israelense.