Giro

Djokovic se recupera de desvantagem de dois sets para ir à semifinal em Wimbledon

Djokovic se recupera de desvantagem de dois sets para ir à semifinal em Wimbledon

Novak Djokovic durante partida em Wimbledon



Por Martyn Herman

LONDRES (Reuters) – Justamente quando o ano conturbado de Novak Djokovic parecia ter atingido um novo ponto baixo, ele salvou sua busca por um quarto título consecutivo em Wimbledon ao se recuperar de uma desvantagem de dois sets, derrotar o italiano Jannik Sinner e garantir vaga na semifinal do Grand Slam disputado na grama nesta terça-feira.

O sérvio, principal cabeça de chave do torneio, enfrentou todos os tipos de problemas contra o inspirado garoto de 20 anos depois de ser superado em dois sets, mas deu a volta por cima para vencer por 5-7, 2-6, 6-3, 6-2 e 6-2.

No final, houve um ar de inevitabilidade sobre o resultado, quando o jogador de 35 anos de idade, que já estava cansado da batalha, tomou o controle para chegar a sua 43ª semifinal em um Grand Slam, a 11ª em Wimbledon.




Ele também ampliou sua série invicta em Wimbledon, iniciada em 2017 e que agora está em 26 partidas.

Djokovic ainda não pôde acrescentar um novo troféu aos seus 20 títulos de Grand Slams neste ano, após ser deportado antes do Aberto da Austrália por não ter se vacinado contra a Covid-19 e após ser derrotado por Rafael Nadal nas quartas de final do Aberto da França.

Mas ele manteve viva a perspectiva de enfrentar o espanhol, segundo cabeça de chave em Wimbledon, na final de domingo com uma virada soberba, a sétima vez em sua carreira em que ele triunfou depois de perder os dois primeiros sets.


Depois de receber os aplausos da multidão na quadra central, Djokovic explicou como deu a volta por cima.

“Os dois primeiros sets em comparação com os três últimos foram como duas partidas diferentes”, disse, ainda na quadra, Djokovic, que igualou Jimmy Connors na segunda posição em número de partidas vencidas em Wimbledon, com 83.

“Ele (Sinner) foi o melhor jogador nos dois sets, depois eu saí e tive uma pausa no banheiro e tive uma pequena conversa animada comigo mesmo no espelho, é realmente verdade. Às vezes, quando não está acontecendo muita coisa positiva, estas coisas são necessárias”, disse.

“Eu quebrei cedo no terceiro set e isso me deu um impulso de confiança e eu vi um pouco de dúvida nele.”

Sinner, 10º cabeça de chave do torneio, procurava a maior vitória de sua carreira para seguir os passos do compatriota Matteo Berrettini, que chegou à final em Wimbledon no ano passado.

Mas assim que a investida de Djokovic começou, ele sucumbiu.

Quando Djokovic produziu um milagroso winner de costas para conquistar uma quebra no sétimo game do quinto set, Sinner sabia que estava enfrentando uma missão impossível.

Djokovic enfrentará na semifinal o vencedor do duelo entre David Goffin e a esperança britânica Cameron Norrie.

tagreuters.com2022binary_LYNXMPEI640TH-BASEIMAGE