Economia

Diversidade é aceita por 77% dos brasileiros, diz estudo

Crédito: Pixabay

O levantamento também aponta que 70% dos entrevistados acreditam que as empresas e marcas devem integrar o tema diversidade e 54% acredita que as propagandas ajudam a criar uma sociedade mais tolerante (Crédito: Pixabay)

A busca por maior diversidade e representatividade dos públicos em todos os âmbitos, sejam sociais ou profissionais, tem crescido no Brasil e a segunda edição do estudo Oldiversity mostra que 77% dos brasileiros aceitam esse movimento.

O levantamento também aponta que 70% dos entrevistados acreditam que as empresas e marcas devem integrar o tema diversidade e 54% acredita que as propagandas ajudam a criar uma sociedade mais tolerante.

Feita pelo Grupo Croma, a pesquisa conta com 2032 entrevistas on-line com a população de todo o Brasil, realizadas entre 23 e 31 de julho de 2020, e um nível de confiança de 95%. O estudo tem a maioria dos respondentes mulheres (53%), heterossexual (92%) e brancos (49%).

+ Carrefour Brasil cria Comitê Externo sobre Diversidade e Inclusão
+ ‘Caso George Floyd’ desencadeia pressão por maior diversidade

Pela primeira vez o estudo mostra que 55% dizem que o governo influenciou negativamente o aumento do preconceito de gênero ou orientação sexual. Isso levou 57% dos entrevistados afirmarem que empresas no Brasil tem preconceito em contratar pessoas LGBTQI+.

No âmbito do preconceito racial, 61% acredita que as empresas têm preconceito em contratar pretos e 23% reconhecem que já tiveram alguma atitude racista. O estudo revelou ainda que a mulher continua inserida em um contexto machista, onde 71% dos entrevistados acreditam que os homens ganham mais que as mulheres.

O levantamento pontuou também que 70% dizem que há menos mulheres nos cargos de liderança e a mesma porcentagem acredita que as mulheres conseguem realizar o mesmo trabalho que os homens. Na publicidade 57% acreditam que as mulheres são mostradas como objeto.

Em relação às pessoas com deficiência, 64% dos entrevistados acreditam que as empresas têm preconceito em contratar PCDs. Já 54% dizem que as marcas deveriam investir em lançamentos de produtos e serviços para PCDs e 50% que as marcas deveriam investir em propagandas feitas por PCDs.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel