Economia

Disney vai suspender o salário de 43 mil funcionários

Crédito: Divulgação

Vista de um parque da Disney nos Estados Unidos (Crédito: Divulgação)

O Walt Disney World anunciou que vai suspender salários e dar licença temporária a 43 mil funcionários a partir do próximo domingo (19), em razão do crescimento do coronavírus nos Estados Unidos.

O acordo garante pelo menos a assistência médica dos trabalhadores por 12 meses sem nenhum custo, segundo Eric Clinton, presidente da Unite Here Union, o sindicato que representa os funcionários do parque de diversões mais conhecido no mundo.

+ Retomada das atividades nos EUA em maio é possível, diz especialista
+ Déficit fiscal nos EUA cresceu 8% no primeiro semestre do ano fiscal de 2020
+ Trump: lançaremos um ‘conselho de reabertura dos EUA’ na terça-feira

Cerca de 200 funcionários, que prestam tarefas essenciais, seguirão trabalhando durante a paralisação.

“Esses acordos proporcionam um retorno mais fácil ao trabalho quando nossa comunidade se recupera do impacto da Covid-19. Somos gratos por termos trabalhado juntos de boa fé para ajudar nosso elenco e membros a enfrentar esses tempos sem precedentes”, diz a Disney em comunicado.

Os parques da Disney nos Estados Unidos estão fechados desde o mês passado, quando o coronavírus começou a se espalhar pelo país.

Veja também

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+Conheça os 42 anos de história da picape Mitsubishi L200

+ Remédio barato acelera recuperação de pacientes com covid-19

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?