Negócios

Direito adquirido é pilar fundamental da reforma administrativa, diz Guedes

Direito adquirido é pilar fundamental da reforma administrativa, diz Guedes

Ministro da Economia, Paulo Guedes

BRASÍLIA (Reuters) – O ministro da Economia, Paulo Guedes, defendeu a proposta de reforma tributária do governo em audiência pública na Câmara dos Deputados nesta terça-feira, destacando que ela visa melhorar a qualidade dos serviços públicos sem afetar direitos dos atuais servidores.

“Ela (a reforma) já trouxe as digitais do presidente dizendo o seguinte: nenhum direito adquirido do funcionalismo será atingido”, disse Guedes à Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, frisando que isso é um “pilar fundamental” da reforma.

O ministro afirmou que, como a proposta foi encaminhada ao Congresso em meados do ano passado, em meio à pandemia, não é surpresa que não tenha avançado, mas que o país precisa agora concluir a transição do “Estado autoritário para o Estado servidor”.

“O governo que não fizer essas transformações, ou quem for contra essas transformações, pode até ficar bem com algumas categorias, mas vai ficar mal perante a opinião pública”, disse Guedes.

(Por Isabel Versiani)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH4A0VZ-BASEIMAGE

+ Jaguar Land Rover: a luta contra a falta de confiança dos consumidores

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel