Giro

Diplomatas de Israel, EUA e países árabes se reúnem antes de visita de Biden

Diplomatas de Israel, EUA e países árabes se reúnem antes de visita de Biden

Os Estados Unidos, Israel e quatro países árabes concordaram em uma cooperação mais estreita e reuniões anuais de ministros das Relações Exteriores nesta segunda-feira, duas semanas antes da primeira visita do presidente Joe Biden ao Oriente Médio - AFP



Os representantes dos Estados Unidos, Israel e quatro países árabes se reuniram nesta segunda-feira (27) em Manama para reforçar a cooperação multilateral e estabelecer uma reunião ministerial anual, duas semanas antes de uma visita do presidente americano Joe Biden ao Oriente Médio.

Todos os países presentes normalizaram suas relações com Israel: Marrocos, Bahrein e Emirados Árabes Unidos em 2020 e Egito em 1979, quando assinou um tratado de paz com o Estado hebraico.

Esta reunião ocorre três meses após o histórico encontro entre chanceleres desses quatro países árabes em Israel, no qual participaram os chefes da diplomacia dos Estados Unidos e de Israel.

“Tentamos construir um novo marco regional de cooperação (…) e iniciativas tangíveis”, explicou à AFP Yael Lempet, a adjunta do secretário de Estado para questões do Oriente Médio.




Os diferentes grupos de trabalho investigam a cooperação em seis áreas, incluindo segurança, energias limpas, segurança alimentar e água.

Em uma declaração conjunta, os países também expressaram seu apoio a uma solução negociada do conflito entre palestinos e israelenses.

Biden visitará entre 13 e 16 de julho Israel, Cisjordânia – o território palestino ocupado por Israel – e depois viajará para Arábia Saudita, onde aterrissará no primeiro avião que fará a conexão entre o Estado hebraico e o reino saudita.


Durante esta viagem, Biden também participará de uma cúpula na Arábia Saudita do Conselho de Cooperação do Golfo, que reúne as seis monarquias árabes da região.