Mundo

Diplomatas abandonam reunião da ONU por presença de chanceler da Venezuela

Diplomatas abandonam reunião da ONU por presença de chanceler da Venezuela

(26 fev) Arreaza participa de reunião do Conselho de Segurança da ONU, em Nova York - AFP

Vários diplomatas abandonaram, nesta quinta-feira, uma reunião da ONU sobre drogas em Viena devido à presença do ministro das Relações Exteriores venezuelano, Jorge Arreaza, considerado um representante “ilegítimo” daquele país.

Representantes de países latino-americanos, e também dos Estados Unidos, Canadá e alguns países europeus, entre eles a França, abandonaram a sala quando Arreaza subiu ao pódio para falar durante a reunião da Comissão de Entorpecentes.

“Os membros da delegação venezuelana que estão aqui hoje representam o governo ilegítimo de Nicolás Maduro e, portanto, não se pode considerar que estão falando em nome do povo venezuelano”, disse um porta-voz da missão dos Estados Unidos às organizações em um comunicado após o incidente.

Cerca de 50 países reconhecem o líder oposicionista e autoproclamado presidente Juan Guaidó como o chefe de Estado interino da Venezuela.