Revista

Dia 7 não chega a… 6%

Crédito: Fabio X

Percentual de brasileiros que democraticamente decidiriam ir a manifestações antidemocráticas na terça-feira (7). As principais concentrações ocorreram em Brasília e São Paulo, onde 125 mil pessoas estiveram na avenida Paulista, segundo a Polícia Militar. Nas duas cidades, o presidente discursou.

Fabio X

ATLETAS MAIS BEM PAGOS (EM MILHÕES)

Fabio X

Existem uns três ou quatro brasileiros, além do locutor Galvão Bueno, que acreditam em rivalidade entre Brasil e Argentina. A patetada do último domingo (5) — em que o jogo entre os dois times foi suspenso porque quatro atletas argentinos descumpriram normas sanitárias — teve cenas de sorridentes jogadores dos dois lados conversando como se absolutamente nada tivesse acontecido. Protagonistas dos dois países, Messi e Neymar estão entre os dez atletas mais bem pagos do mundo em 12 meses encerrados em maio deste ano, segundo a Forbes. Entre salários e patrocínios, esta elite de uma dezena de cidadãos faturou US$ 1 bilhão.

FATOR BOLSONARO
Guedes e Moro pagam o pato

Ricardo Borges

Pesquisa do Atlas Intelligence divulgada na segunda-feira (6) mostra claramente que ser um parça de Jair Bolsonaro não faz bem aos currículos: que o digam Sergio Moro e Paulo Guedes. Num universo de 13 personalidades (do apresentador Datena ao ex-presidente Lula) os três piores avaliados foram, pela ordem, Bolsonaro (desaprovado por 63% dos entrevistados), Paulo Guedes (59%) e Sergio Moro (56%). Na mesma pesquisa, Bolsonaro perderia um eventual segundo turno para Lula, Ciro Gomes, Mandetta, João Doria e até mesmo Fernando Haddad. O atual ocupante da cadeira só ganharia, ainda assim dentro da margem de erro, de Eduardo Leite e Sergio Moro. Por outra pesquisa, do PoderData, divulgada na sexta-feira (3), o potencial de voto de Ciro Gomes (51%) encostou no do petista Lula (55%), empate técnico, já que a margem de erro é de 2 pontos. O potencial de voto de João Doria é de 40% e o de Bolsonaro, 35%.

5,15% 

O mercado financeiro parece ter assimilado de vez que a economia não é uma entidade autônoma — e não se contaminaria pela política. Pela quarta semana consecutiva, o Boletim Focus prevê queda do PIB. A previsão agora retraiu para 5,15%.

“O nível de inflação atual é constrangedor para o Brasil, absolutamente incômodo” Fernando Honorato Barbosa Economista-chefe do Bradesco, sobre IPCA anualizado de 8,99%.

POLÍTICA AGRÍCOLA
China traça Plano Verde. Sinal amarelo para o Brasil

Na quarta-feira (8), o governo chinês divulgou seu plano para o desenvolvimento do setor agrícola do país nos próximos cinco anos. A estratégia envolveu seis ministérios e identificou quatro pautas estratégicas para uma Agenda Verde: a proteção de recursos, o controle da poluição, a restauração da ecologia agrícola e o desenvolvimento de uma cadeia agrícola de baixo carbono. Essas são as principais frentes para o período 2021-2025. Entre as medidas está também a meta de alcançar até 2025 uma taxa geral de aprovação de mais de 98% em testes de qualidade e segurança de produtos agrícolas. Traduzindo, trata-se de uma radical política Verde para o agro, calcanhar de Aquiles na economia chinesa. Paralelamente, é um imenso sinal amarelo ao agro brasileiro, que vai precisar se esforçar muito para provar estar consciente e ambientalmente responsável junto a seu principal mercado externo.