Desmatamento na Amazônia cresce 278% em julho

Desmatamento na Amazônia cresce 278% em julho

A exoneração de Ricardo Galvão, diretor do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), no dia 2 de agosto, não foi suficiente para trazer boas notícias ao presidente Jair Bolsonaro. Na terça-feira 6, o instituto divulgou números atualizados e alarmantes sobre o desmatamento no País. Segundo o Deter (Detecção do Desmatamento em Tempo Real), sistema gerido pelo Inpe, o desflorestamento na Amazônia Legal cresceu 278% em julho quando comparado ao mesmo período do ano passado. Foram destruídos 2.254,8 quilômetros quadrados do bioma, maior avanço desde 2014, quando o instituto adotou a atual metodologia.

No mês anterior, junho, o desmatamento detectado pelo Inpe já havia sido 88% maior do que no mesmo período em 2018, o que colocou a entidade em rota de colisão com o governo. Bolsonaro insinuou que Ricardo Galvão estivesse “a serviço de alguma ONG” e ameaçou acabar com o instituto. A crise culminou com a exoneração do diretor no início deste mês. Para seu lugar, o ministro de Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, nomeou interinamente o oficial da Aeronáutica Darcton Policarpo Damião, que é formado em Ciências Aeronáuticas e tem doutorado em desenvolvimento sustentável.

(Nota publicada na Edição 1133 da Revista Dinheiro)


Mais posts

Um movimento de fibra

Apresentado em 2016 durante a São Paulo Fashion Week, o Movimento Sou de Algodão lança a cada dois anos um manifesto com a finalidade [...]

Desmatamento volta a avançar na Mata Atlântica

Nos últimos anos, ambientalistas de todo mundo comemoraram a queda na taxa de desmatamente na Mata Atlântica, verificada entre 2016 e [...]

Danone lança programa de metas ambientais

“Triple Zero” poderia ser o nome de um iogurte sem calorias, gordura e lactose. Mas ele se refere ao projeto de metas ambientais que a [...]

Transparência estimula consumo consciente

Conduzida pela Longitude, divisão de inteligência de mercado do jornal Financial Times, uma pesquisa encomendada pela fabricante de [...]

Transição Verde

A Comissão Europeia anunciou que investirá mais de R$ 60 bilhões nos próximos anos para reduzir as emissões de carbono e incentivar a [...]
Ver mais

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.