Giro

Desenvolvimento Regional diz que acompanha in loco estragos da chuva na Baixada

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) afirmou nesta terça-feira, 3, que avaliará a necessidade de liberação de recursos para a região da Baixada Santista (SP), atingida pela chuva, após decretação de estado de emergência e, envio de demandas elaboradas por municípios.

“Obter o reconhecimento federal de situação de emergência é o primeiro passo para solicitar recursos ao MDR”, afirma a pasta em nota.

O ministério informou que irá priorizar situações mais críticas. “Em especial os pequenos municípios e os que estão em maior dificuldade econômica.”

A pasta afirma que acompanha in loco estragos causados pela chuva na região da Baixada Santista. O secretário nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec), coronel Alexandre Lucas, está na região.

O ministério tem atuado, por exemplo, na “emissão de alertas” para evitar “perdas materiais e humanas”. “A Defesa Civil Nacional apoia e atua de forma complementar aos Estados e municípios, agindo sob demanda dos entes.”

Veja também

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?