Economia

Desenvolvimento Regional autoriza R$ 30,7 mi para saneamento em 17 Estados

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) autorizou o repasse de R$ 30,7 milhões para ações de saneamento básico em 17 Estados. Segundo a pasta, a maior fatia dos recursos foi destinada ao Nordeste (R$ 15,8 milhões), seguida pela região Norte (R$ 6,5 milhões). Os recursos foram liberados para investimento em obras de abastecimento, esgotamento sanitário, manejo de águas pluviais e saneamento integrado, além de estudos e projetos para o setor, informou o ministério.

Segundo o MDR, desde janeiro, cerca de R$ 330 milhões foram repassados para execução em empreendimentos de saneamento básico pelo País. A carteira de obras e projetos no setor, coordenada pelo ministério, é de R$ 21,5 bilhões para financiamentos e de R$ 20,2 bilhões para o Orçamento Geral da União.

Responsáveis pela aplicação dos recursos, os Estados e municípios terão acesso aos pagamentos de acordo com a execução dos serviços. Dos valores autorizados nesta semana, R$ 6,5 milhões foram destinados a capital do Rio Grande do Norte, Natal, para obras de drenagem urbana sustentável na Arena das Dunas. Em Olinda (PE), o aporte será de R$ 5 milhões para obras de retificação e revestimento de trecho do canal Bultrins-Fragoso.

O terceiro maior volume de recursos autorizado vai obras em Parauapebas (PA), onde serão investidos R$ 4,81 milhões na elaboração de projetos de engenharia para implantação de sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário na cidade.

Entre as regiões, o Sudeste receberá no total R$ 3,2 milhões, seguido pelo Centro-Oeste, com R$ 2,58 milhões, e o Sul, com R$ 2,56 milhões. Para o Estado de São Paulo, o repasse é de R$ 2,99 milhões para obras e intervenções nos municípios de Americana, Campinas, Hortolândia, Mogi Guaçu, Olímpia, São Bernardo do Campo, São José do Rio Preto e Tupã.

Em nota, o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, afirmou que o governo está mantendo o aporte em “obras importantes e que vão trazer melhores condições de vida à população brasileira”. “Com esses recursos e a garantia de continuidade dos serviços, também conseguimos assegurar a oferta de empregos nesse momento de pandemia”, disse.

Veja também

+ Caixa libera FGTS emergencial para nascidos em julho nesta segunda-feira (10)

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?