Política

Desembargador do RJ é denunciado

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou anteontem o desembargador Mário Guimarães Neto, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, acusado de receber R$ 6 milhões de propina para dar decisões judiciais favoráveis à Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro (Fetranspor).

Teriam sido beneficiados pelo esquema os empresários Jacob Barata Filho, João Augusto Morais Monteiro e José Carlos Lavouras, também denunciados por corrupção anteontem e já citados em investigações da Lava Jato do Rio. Encaminhada à Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ), a denúncia aponta suposta participação do magistrado em um esquema de corrupção, lavagem de dinheiro e evasão de divisas.

“Em razão do ajuste, o desembargador efetivamente praticou atos de ofício com infração de dever funcional, proferindo decisões judiciais que beneficiaram as empresas de ônibus em mais de 40 ações civis públicas que objetivavam a realização de licitação das linhas de ônibus pelo município do Rio de Janeiro”, apontou o MPF em nota.

Resultado das operações Descontrole e Quinto do Ouro, a denúncia também atinge a esposa do desembargador, a advogada Gláucia Iorio de Araújo Guimarães, que foi acusada de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e evasão de divisas. Ela teria intermediado o pagamento da propina para o desembargador.

Doleiro

Além disso, os investigadores acusam o doleiro Carlos Eduardo Caminha Garibe de lavagem e evasão de divisas e o empresário Miguel Iskin – réu em diferentes ações da Lava Jato no Rio, envolvendo a área da saúde -, também por evasão. Ambos teriam atuado para enviar o dinheiro da propina para o exterior.

A defesa de Jacob Barata Filho afirmou que não irá se pronunciar sobre as alegações veiculadas na notícia, uma vez que não teve acesso à denúncia do MPF. Os demais denunciados não responderam à reportagem.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Veja também

+ Eclipse solar total: saiba onde e quando poderá ser visto o fenômeno
+ Passo a passo: saiba como cadastrar e usar a CNH digital
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial
+ Ivete Sangalo salva menino de afogamento: “Foi tudo muito rápido”
+ Bandidos armados assaltam restaurante na zona norte do RJ
+ Mulher é empurrada para fora de ônibus após cuspir em homem
+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?