Desbrave a Antártida com Amyr Klink


Uma visita à gélida Antártida, uma das regiões mais inóspitas do planeta, com o navegador Amyr Klink, que esteve 40 vezes no continente gelado. Essa é a proposta da Interpoint Viagens & Turismo em parceria com a Quark Expeditions. A viagem começa no dia 3 de novembro em Ushuaia, sul da Argentina, com retorno no dia 13 de novembro ao mesmo local. O barco é o World Explorer, iate rápido e luxuoso com capacidade para 140 passageiros. Além do privilégio de se aventurar ao lado do navegador brasileiro, os turistas podem fazer passeios em botes e caiaques para apreciar as espécies marinhas da região. A experiência custa a partir de US$ 11 mil por pessoa em cabine dupla. Inclui dois dias de hospedagem em Ushuaia e nove dias no iate.

(Nota publicada na Edição 1127 da Revista Dinheiro)


Mais posts

Delícia japonesa

Inari ŌKami é uma das principais e mais misteriosas divindades do xintoísmo japonês. Segundo a mitologia, representa prosperidade e [...]

O bracelete de R$ 16,5 milhões

Existem joias e existem tesouros em forma de joias. O bracelete desenhado pela renomada grife Carvin French se encaixa na segunda [...]

A sinuca de ouro da Rolls-Royce

Que tal jogar uma sinuquinha com os amigos, numa mesa produzida pela Rolls-Royce? Sim. A montadora de carros de luxo inventou de lançar [...]

Uma Louis Vuitton para o dia a dia

Uma das grifes mais celebradas do mundo fashion, a Louis Vuitton encanta mulheres de todo o planeta com suas peças lindas e luxuosas. [...]

Viagem (milionária) ao fundo do mar

O mundo submarino é lindo e fascinante. O genial escritor francês Julio Verne sabia bem disso, quando criou o clássico 20 mil Léguas [...]
Ver mais

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.