Economia

Deputado quer retirar Estados e municípios da reforma na comissão especial

Deputado quer retirar Estados e municípios da reforma na comissão especial

O coordenador da bancada do PR na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Marcelo Ramos (PR-AM), disse que, na comissão especial, vai insistir para que a reforma da Previdência não passe a valer automaticamente para os Estados e municípios. Para ele, esse ponto, que está previsto na proposta de emenda constitucional, fere o pacto federativo.

Ramos levou essa questão para a reunião realizada no dia 17 entre lideranças da Câmara e o secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho. O deputado, no entanto, aceitou deixar essa questão para depois para que fosse possível fechar o acordo para a retirada de outros quatro pontos, como foi anunciado nesta terça. Ramos afirma que tem o apoio de outros partidos para defender essa modificação na comissão de mérito.

Nos bastidores, deputados reclamam que muitos governadores se posicionam contrários à reforma. Desta forma, os parlamentares não querem ficar com o ônus sozinhos de votar a favor da reforma. Sem a vinculação da reforma da Previdência federal, os governadores teriam que buscar a solução para os problemas previdenciários dos seus servidores nas Assembleias Legislativas estaduais. Ramos apresentou um voto separado na CCJ pedindo a alteração.