Edição nº 1146 11.11 Ver ediçõs anteriores

Demanda aquecida faz produção de orgânicos disparar

Demanda aquecida faz produção de orgânicos disparar

O clamor dos brasileiros por uma alimentação mais saudável e sem agrotóxicos tem surtido efeito nas lavouras do País. Em menos de uma década, o número de produtores orgânicos registrados no Brasil duplicou, segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Em 2012 havia 5,9 produtores registrados. Em março deste ano o número saltou para mais de 17,7 mil. Também aumentou o número de unidades de produção orgânica. Em 2010, eram 5,4 mil unidades registradas. Hoje, já são mais de 22 mil. Apesar do crescimento exponencial dos registros, estima-se que o universo de produtores orgânicos seja muito maior do que o das estatísticas oficiais. Antes do decreto que regulamenta o setor entrar em vigor, em 2007, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) identificou que 90 mil produtores já se declaravam como orgânicos.

(Nota publicada na Edição 1137 da Revista Dinheiro)


Mais posts

Vítimas de Mariana continuam sem lar definitivo

Quatro anos após o desastre que destruiu a região de Mariana (MG), as vítimas ainda aguardam uma casa nova. O prazo para que a Fundação [...]

O preço do impacto das “moedas da sorte” nas Cataratas do Iguaçu

Um gesto tradicional de turistas que visitam as Cataratas do Iguaçu está saindo caro para o equilíbrio da natureza. É que os visitantes [...]

Amazônia sustentável

Chegou ao fim a primeira fase do projeto de educação ambiental em comunidades ribeirinhas e indígenas da Amazônia, numa parceria da Fundação Amazonas Sustentável (FAS) com as Lojas Americanas. Um dos objetivos da ação foi desenvolver boas práticas em gestão de resíduos sólidos. Em pouco mais de um ano, o projeto coletou cerca de uma […]

A salvação do mico-leão-dourado

Uma das principais espécies da fauna brasileira, o mico-leão-dourado resiste à extinção há décadas. Com a população estimada em apenas [...]

Inglês para todos

Segundo um estudo do British Consul e do Instituto de Pesquisa Data Popular, apenas 5% da população brasileira fala inglês. É pouco, se [...]
Ver mais