Política

Delator que levou Pezão à prisão reafirma ‘compromisso com a verdade’

A defesa de Carlos Miranda, apontado como operador financeiro do esquema de corrupção atribuído ao ex-governador Sergio Cabral (MDB), reafirmou o compromisso do colaborador de dizer toda a verdade, ratificando os termos de sua delação como sendo “expressão da verdade”.

A afirmação do delator foi dada por meio de Daniel Raizman e Fernanda Freixinho, seus advogados. A defesa do Miranda diz ainda que sua delação é baseada em tudo que ele vivenciou na época que colaborava com o governo do Estado do Rio de Janeiro.

O governador do Rio Luiz Fernando Pezão (MDB) foi preso nesta quinta-feira, 29, pela Polícia Federal, no Palácio Laranjeiras, sede do Governo do Estado. A PF e a Procuradoria-Geral da República afirmam que Pezão “assumiu” o esquema criminoso instalado no governo do Rio após a prisão de Cabral.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel