Política

Decisão da Mesa sobre liderança do PSL deve sair nas próximas horas, diz Maia

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), esclareceu nesta quinta-feira, 17, que caberá à Mesa Diretora da Casa a checagem da validade das listas de assinaturas do PSL para a determinação da liderança do partido. A decisão da Mesa sobre a liderança do partido deve sair nas próximas horas, disse o parlamentar.

Na quarta-feira, 16, um grupo de 27 deputados do partido protocolou um pedido de destituição de Delegado Waldir (GO) e a nomeação de Eduardo Bolsonaro (SP) para a função. Em um contra-ataque, o grupo de deputados do PSL ligado ao presidente do partido Luciano Bivar (PE), protocolou no fim da noite uma segunda lista na Câmara pedindo a manutenção de Waldir como líder da bancada. Eles alegam ter 32 assinaturas.

“A secretaria geral da Mesa checará as listas apresentadas pelo PSL. Quem decide se as assinaturas são válidas é a Mesa, e não o presidente da Casa. A decisão da Mesa (sobre liderança do PSL) deve sair nas próximas horas”, disse Maia, após reunião com o ministro da Economia, Paulo Guedes, e o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP).

Segundo Maia, a disputa interna do partido do presidente Jair Bolsonaro não deve atrapalhar o andamento da agenda econômica pós-reforma da Previdência no Congresso. “Primeiro, porque eu acho que isso não será um problema por muito tempo. E brigas internas de partido A ou B não devem atrapalhar o ambiente de modernização e eficiência do Estado no parlamento”, completou.