Decante de cristal para seu champanhe

Decante de cristal para seu champanhe

Seu champanhe favorito pode ficar ainda melhor. Essa é a aposta do produtor de vinho francês, Jean-Charles Boisse. O Boisset Passion Champagne Decanter custa US$ 960 e é produzido pela Baccarat (tradicional companhia de cristais). A ideia é deixar seu vinho respirar e suavizar os espumantes mais ásperos. O design pode ser considerado uma revolução em relação à tradição do pedestal do século XVIII, que ditava que “o vinho deveria flutuar acima da mesa”, segundo Boisset. Aqui ele ganha elevação. O corpo está equilibrado entre um cristal de diamante na base e uma espécie de rolha completamente moderna no topo de um pescoço longo e fino (para garantir um derramamento suave). Que tal?

“O luxo não é o oposto da pobreza, mas sim da vulgaridade” COCO CHANEL

(Nota publicada na Edição 1150 da Revista Dinheiro)


Mais posts

O uísque de R$ 72 mil

Há dois anos a Destilaria Buffalo Trace lançou 700 garrafas – produzidas em vidro artesanal – do uísque Old Rip Van Winkle 25 anos, a [...]

Para sentir na pele

Uma das líderes mundiais no mercado de beleza de luxo, com quase 70 anos de tradição, a francesa Clarins está lançando dois novos [...]

Amazônia 5 estrelas

Eleita pelo Lonely Planet um dos destinos em alta para 2020, a Amazônia, com toda a sua riqueza natural e paisagens exuberantes, ainda [...]

Dos pulsos para os olhos

Considerada uma das mais elegantes grifes de relógios do mundo, a Omega aplicou todo o talento dos seus designers para criar uma nova [...]

Que tal alugar o iate da Beyoncé? É só pagar R$ 2 milhões por semana

Divulgação Já pensou, você passar uma semana navegando pelos mares no iate do casal Beyoncé e Jay-Z? Claro que não! Mas não custa [...]
Ver mais

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.