Dinheiro na Semana

Dança das cadeiras na Câmara

Dança das cadeiras na Câmara

A disputa promete. Na quarta-feira (6), foi oficializada a candidatura de Baleia Rossi (MDB-SP) à presidência da Câmara do Deputados. A eleição para decidir quem será o sucessor de Rodrigo Maia, no dia 1º de fevereiro, será decisiva para definir os rumos da agenda de projetos do País andar de forma independente do Planalto. Pelo lado do governo, o candidato é o líder do Centrão, Arthur Lira (PP-AL).

Dá para acreditar?

Mateus Bonomi

“O Brasil está quebrado; não consigo fazer nada” Jair Bolsonaro, para simpatizantes, ao deixar o Palácio da Alvorada na terça-feira (05), colocando a culpa da situação do País na pandemia e na imprensa.

Alan Marques

“Alguém precisa dizer para ele que nenhum país em emergência quebra” Raul Velloso, especialista em finanças públicas, na edição da Folha de S. Paulo de terça-feira (05).



Mateus Bonomi

“O Brasil está bem, está uma maravilha” Jair Bolsonaro, para apoiadores, invertendo sua declaração do dia anterior, e atribuindo a polêmica sobre sua fala à cobertura da imprensa.

Foi sem nunca ter sido?

Yuri Cortez

Apesar de ainda ser visto pelos Estados Unidos e pelo Reino Unido como líder legítimo da Venezuela, Juan Guaidó não poderá mais ser reconhecido, legalmente, como presidente interino de seu país pela União Europeia. A decisão foi comunicada em Bruxelas na quarta-feira (06) pelos 27 governos do bloco, que continua a manter distância do regime de Nicolás Maduro, mas ficou sem base institucional para apoiar Guaidó desde que ele perdeu a posição de chefe do Parlamento venezuelano. Chavista, a nova Assembleia Nacional da Venezuela tomou posse um dia antes do anúncio da UE, que passou a reconhecer Guaidó como membro de destaque na oposição ao governo.

Sem seringas nem calendário

O Ministério da Economia anunciou na quarta-feira (6) a redução, a zero, do imposto de importação de agulhas e seringas para a vacinação contra a Covid-19, até então, de 16%. Com a decisão — que veio após uma série de dificuldades por parte do Governo na aquisição desses mesmos insumos —, o material passa a integrar, até junho, a lista de produtos com reduções tarifárias temporárias para facilitar o combate à pandemia. O anúncio do Ministério foi feito poucas horas após o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) declarar a suspensão da compra de seringas “até que os preços voltem à normalidade”. No início da pandemia, ele próprio autorizou o Laboratório Químico e Farmacêutico do Exército (LQFEX) a comprar insumos para a produção de hidroxicloroquina por valores considerados inflados. O medicamento, como se sabe, não tem qualquer comprovação científica de eficácia no combate à doença. Enquanto isso, a campanha de vacinação continua sem data para começar.

Governo paulista descarta aumento de ICMS

E por falar em seringas, o governo de São Paulo também recuou e decidiu suspender o aumento de ICMS sobre remédios genéricos e alimentos. A decisão se deu em meio a críticas do setor do agronegócio, que convocou um tratoraço em várias regiões do estado. Em nota divulgada na noite de quarta-feira (6), o governador João Doria (PSDB) justificou o recuo argumentando que a população de menor renda está mais vulnerável aos efeitos da segunda onda da pandemia de Covid-19.

Uma gigante dos automóveis

A fusão bilionária entre as montadoras Fiat Chrysler (FCA) e PSA, dona da Peugeot e Citroën, originou a Stellantis, com 14 marcas, 400 mil funcionários e produção anual de 8 milhões de veículos. Sediada nos Países Baixos, a nova multinacional é resultado de um negócio de de US$ 52 bilhões e passa a ser o quarto maior grupo automotivo mundial em número de veículos vendidos. O aval à nova empresa, que passa a concentrar algumas das marcas mais emblemáticas da indústria automobilística, como Maserati e Alfa Romeo, foi dado pelos acionistas dos dois grupos em assembleia na segunda-feira (04). A efetivação da união deve ser anunciada rapidamente, de acordo com o português Carlos Tavares, presidente do conselho de administração da PSA (e futuro CEO da Stellantis).

US$ 35.844

Istock

Foi o preço atingido pelo bitcoin (BTC) na madrugada da quarta-feira (06), batendo novo recorde ao ultrapassar a marca anterior, de US$ 35.000. No Brasil, o recorde da moeda digital foi alcançado pela manhã: R$ 184.957.

Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago