Giro

Dados preliminares mostram que variante do Reino Unido eleva mortalidade, diz OMS

A epidemiologista responsável pela resposta da Organização Mundial da Saúde (OMS) à pandemia de covid-19, Maria Van Kerkhove, afirmou nesta quarta-feira, 27, que a nova variante do coronavírus identificada no Reino Unido parece aumentar a mortalidade. No entanto, ela destacou que os dados ainda são preliminares, o que exige mais pesquisa científica para se ter certeza.

Na sexta-feira, 22, Van Kerkhove havia informado que os dados disponíveis até aquele momento não mostravam sinais de que a nova variante do vírus levava a mais mortes por covid-19.

A epidemiologista, contudo, ressaltou hoje que as cepas encontradas no Brasil e na África do Sul não parecem mudar o curso da pandemia.

A médica da OMS também frisou que as novas variantes do coronavírus identificadas até agora parecem não afetar os programas de vacinação com os imunizantes já disponíveis e aprovados nos países.



Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel