Giro

Cyrela é condenada a indenizar cliente por violar LGPD

Crédito: Pixabay

Após fechar contrato de compra do imóvel, cliente começou a receber ligações de parceiros da Cyrella e Justiça entendeu que isso viola LGPD (Crédito: Pixabay)

Em validade no Brasil desde o dia 18 de setembro, a Lei Geral de proteção de Dados (LGPD) já serviu como base para a penalização de uma empresa. Dessa vez, a construtora Cyrela foi condenada a pagar indenização de R$ 10 mil por compartilhamento ilegal de um cliente.

A decisão foi publicada na terça-feira (29) e diz que o cliente comprou um imóvel da construtora e alegou ter começado a receber ligações com ofertas comerciais de empresas de arquitetura, instituições financeiras, consórcios e de construção ligadas à Cyrela.

+ Lei de proteção de dados já está em vigor: saiba como funciona
+ Alemanha multa H&M por violar privacidade de funcionários
+ A LGPD entrou em vigor: o que as empresas devem fazer agora?

Segundo o Tecmundo, a juíza da 13ª Vara Cível de São Paulo, Tonia Koroku, entendeu que a construtora extrapolou o contrato de venda do imóvel e descumpriu a LGPD. Ela afirmou que o cliente foi “assediado por diversas empresas” após assinatura do contrato de compra do imóvel.

A Cyrela ainda chegou a pedir o pagamento de indenização por danos morais, mas o rumo da contenda mudou por uma mensagem trocada com o comprador do imóvel onde teria admitido trabalhar com empresas parceiras.

A juíza disse também que o contrato entre as partes previa o uso de dados do comprador apenas para “fins de inserção em bancos de dados”, como o Cadastro Positivo, mas a construtora acabou utilizando essas informações para outros fins e violou a recém-criada LGPD.

Além dos R$ 10 mil de multa, a Cyrela terá de pagar um adicional de R$ 300 para cada contato que o cliente receber no futuro.

Veja também

+ Sandero deixa VW Polo GTS para trás em comparativo
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial
+ Ivete Sangalo salva menino de afogamento: “Foi tudo muito rápido”
+ Bandidos armados assaltam restaurante na zona norte do RJ
+ Mulher é empurrada para fora de ônibus após cuspir em homem
+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?