Negócios

Cyber Monday quebra recorde histórico de vendas

Segundo dados da Adobe Analytics, um total de US$ 7,9 bilhões foram gastos na data, um aumento de 19,3% em relação ao ano anterior

Cyber Monday quebra recorde histórico de vendas

Cyber Monday concept banner in fashionable neon style, luminous signboard, nightly advertising advertisement of sales rebates of cyber Monday. Vector illustration for your projects.


Após Black Friday histórica, a Cyber Monday – data criada para aproveitar o fluxo de compras e incentivar compras online – manteve o ritmo e também registrou números recordes de vendas nos Estados Unidos. Segundo dados da Adobe Analytics, um total de US$ 7,9 bilhões foram gastos na última segunda-feira (26), um aumento de 19,3% em relação ao ano anterior.

Os valores podem ser explicados pela maior inserção de e-commerce na sociedade americana, especialmente via smartphones. Segundo a Adobe, transações via celulares aumentaram 55,6% em relação a 2017, e foram responsáveis por arrecadar US$ 2,2 bilhões. Um dos motivos desse crescimento se dá pelo maior oferta de opções de entrega. Nesta Cyber Monday, 65% das compras serão coletadas através do sistema click & collect, onde o cliente compra online e retira o produto em uma loja física.

A tendencia já vinha sendo antecipada pelas grandes redes de varejo, que nos últimos meses investiram na melhoria de seus aplictivos para celulares, especialmente para aumentar o fluxo de clientes na lojas, um dos principais desafios do setor para o futuro.

A Amazon – que tem a expectativa de obter metade do mercado de e-commerce americano até o final do ano – divulgou que a Cyber Monday foi o dia de maior venda de produtos da história do site. A gigante não abriu os números totais, mas disse que combinados, a Black Friday e Cyber Monday venderam um total de 18 milhões de brinquedos e 13 milhões de itens de beleza.