Economia

CVM: em momento de juro baixo é preciso prover alternativas seguras para varejo

Crédito: Divulgação

Endividamento das famílias atingiu recorde de 67% em junho (Crédito: Divulgação)

O Brasil vive um ciclo de baixa taxas de juros e o momento é adequado para se discutir medidas de fomento ao mercado de capitais, disse nesta segunda-feira, 3, o presidente da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Marcelo Barbosa. Segundo ele, o cenário é, portanto, propício para que essa agenda avance, lembrando que é preciso também prover alternativas seguras de investimento ao varejo.

Barbosa afirmou que, desde o ano passado, uma agenda em prol ao mercado de capitais está em curso, mas que a expectativa é de que um ritmo mais acelerado possa ser alcançado neste ano.

Para o terceiro trimestre deste ano, por exemplo, Barbosa comentou que a CVM deverá lançar um edital para a modernização das regras do FDIC.

O presidente da CVM disse ainda que para o desenvolvimento do mercado de capitais e o financiamento de longo prazo é preciso uma atuação coordenada ente governo, entidades e players de mercado.

Nesta segunda-feira, o Banco Central (BC), em evento em São Paulo, lança a Iniciativa de Mercado de Capitais, um conjunto de ações para avaliar e propor medidas de aperfeiçoamento regulatório para reduzir o custo de capital no Brasil; estimular o crescimento da poupança de longo prazo e da eficiência da intermediação financeira e do investimento privado; e desenvolver os mercados de capitais, de seguros e de previdência complementar.

Veja também

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?