Economia

Custo com crise hídrica chega a R$ 16,8 bi até outubro

Crédito: Marcello Casal jr/Agência Brasil

Crise hídrica é a pior dos últimos 90 anos (Crédito: Marcello Casal jr/Agência Brasil)

O custo com as medidas aplicadas por conta da crise hídrica superou a previsão do governo. De acordo com o Ministério de Minas e Energia (MME), os gastos com o uso de termoelétricas e com a importação de energia da Argentina e do Uruguai somaram R$ 16,8 bilhões até outubro.

Ao longo de 2021, foram acionadas todas as usinas térmicas, inclusive as mais caras, para garantir o fornecimento de energia e evitar um novo apagão no País. As despesas são pagas por todos os consumidores, por meio da conta de luz.



+ Retrospectiva 2021: inflação, crise hídrica e o que mais mexeu com a economia

Em julho, o MME estimou que essas mesmas ações somariam R$ 13,1 bilhões até novembro deste ano. “A variação do custo verificado em relação ao previsto deve-se ao agravamento das condições de operação ao longo de 2021, bem como ao aumento dos custos de combustível para geração de energia elétrica a partir das termoelétricas”, informou o MME ao Estadão/broadcast.

O montante gasto até outubro reflete todos os custos associados ao acionamento adicional de usinas termoelétricas e à importação de energia, entre eles encargos e o deslocamento hidrelétrico. Isso porque as geradoras são “ressarcidas” pelo custo da substituição da produção de hidrelétricas por outra fonte ou pela importação por meio de encargos pagos pelos consumidores. A medida é usada para recuperação dos reservatórios.

+ Confira 10 receitas para reaproveitar ou turbinar o arroz do dia a dia


O custo com o uso de térmicas é repassado aos consumidores por meio das bandeiras tarifárias – taxa cobrada quando há necessidade de acionar usinas mais caras. Com o agravamento da crise hídrica, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) reajustou em 52% a taxa e sinalizou que os recursos poderiam ser insuficientes. Por este motivo, o governo criou a chamada “bandeira escassez hídrica”, que representa a cobrança de R$ 14,20 extras a cada 100 quilowatts-hora (kwh) consumidos. O novo patamar passou a vigorar em setembro e tem previsão de valer até abril.

Mesmo com uma taxa mais cara, o montante recolhido ainda não é suficiente para bancar todos os custos das ações emergenciais. De acordo com dados da própria Aneel, a Conta Bandeiras registra rombo acumulado de R$ 12,01 bilhões até outubro. Para evitar um “tarifaço” em 2022, ano de eleições presidenciais, o Executivo publicou uma medida provisória que abre espaço para uma nova operação de crédito para as empresas do setor para fazer frente aos custos.


O financiamento será pago pelos consumidores nos próximos anos, com incidência de juros. A medida provisória, no entanto, não traz o detalhamento do empréstimo, que deverá ser estruturado por meio de um decreto do presidente Jair Bolsonaro. De acordo com o Ministério de Minas e Energia, “as rubricas e valores a serem cobertos pela operação de crédito amparada pela MP 1078/2021 ainda estão em avaliação pelas equipes técnicas do MME e da Aneel”.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



Tópicos

2 via conta de luz cpfl 2 via conta de luz edp 2 via conta de luz enel abastecimento elétrico Aneel ar-condicionado aumento bandeira vermelha bandeira vermelha 2 bandeira vermelha patamar 2 Bento Albuquerque Chuveiro elétrico Como calcular a conta de luz Enel? Como é gerada a energia do nosso país? Como é gerada energia? como economizar a luz? Como economizar energia Como faz eletricidade? Como faz energia elétrica? Como funciona a conta de energia? Como puxar conta de luz pelo CPF? Como tirar 2 via da conta de luz? Como tirar 2 via de conta de luz? consultar conta de luz pelo cpf conta conta de luz conta de luz aumentou conta de luz muito alta conta de luz online Conta de luz vai aumentar créditos futuros crise de água crise elétrica crise hídrica economia Economia de energia Enel Enel Brasil energia Energia elétrica falta de água Fonte de energia Geladeora hidrelétrica Horário de pico ICMS impactos Luz Matriz energética Ministério de Minas e Energia ministro da Economia Paulo Guedes ministro de Minas e Energia O que é energia elétrica exemplo? O que é preciso para gerar energia elétrica? O que é uma crise hídrica? O que mais gasta energia? por que a conta de luz tá tão cara? pra quanto vai a selic? Projeção Quais são as causas para essa crise hídrica atual? Quais são os tipos de energia elétrica? Quanto vai aumentar a conta de luz? Quanto vai aumentar a luz? reajuste conta de luz rge conta de luz segunda via conta de luz segunda via da conta de luz segunda via de conta de luz atrasada seu bolso SIN Sistema Interligado Nacional Tipos de energia