Sustentabilidade

Crime no Rio Madeira

Crédito: Bruno Kelly

Como destruir a credibilidade de um político em 1 segundo? Com fatos. Se tiver fotos ainda melhor. Pois bem, a Ong Greenpeace flagrou centenas de balsas em atividade de garimpo ilegal no Rio Madeira. A motivação, segundo a entidade, foi um boato de descoberta de ouro na comunidade de Rosarinho, no Amazonas.

“O que vimos no sobrevoo é o desenrolar de um crime ocorrendo à luz do dia, sem o menor constrangimento. Isso tudo, óbvio, é referendado pelo presidente Bolsonaro”, disse Danicley Aguiar, porta-voz da campanha Amazônia do Greenpeace. A imagem contradiz o governo que insiste em negar a existência de práticas ilegais na região.

(Nota publicada na edição 1251 da Revista Dinheiro)