Negócios

Crescimento de usuários do Spotify é baixo, mas receita sobe acima do esperado no trimestre

O Spotify anunciou crescimento de R$ 6,97 bi em sua receita nos últimos três meses, cerca de R$ 125 milhões a mais do que a projeção do mercado, que era de R$ 6,84 bi.

Crescimento de usuários do Spotify é baixo, mas receita sobe acima do esperado no trimestre

O Spotify é líder mundial do mercado de música na internet - AFP/Arquivos

O Spotify divulgou seu balanço do segundo trimestre de 2019, e revelou um aumento acima do esperado no faturamento total da empresa, que nos últimos três meses viu crescimento de R$ 6,97 bi em sua receita nos últimos três meses, cerca de R$ 125 milhões a mais do que a projeção do mercado, que era de R$ 6,84 bi.

Apesar dos números favoráveis de faturamento, o total de assinantes premium do serviço – hoje responsável por 90% das receitas totais do Spotify – cresceu abaixo do esperado. O número total de usuários pagos no serviço é de 108 milhões, 500 mil abaixo das expectativas dos analistas, segundo a Reuters. Apesar disso, o número representou crescimento de 30% de assinantes do streaming.



O número de usuários ativos totais do Spotify – que inclui versão gratuita com anúncios – cresceu 29%, atingindo marca de 232 milhões e superando a expectativa de 227,7 milhões de usuários. Já o prejuízo líquido da empresa diminuiu para R$ 317 milhões, ou R$ 1,75 por ação.



+ Confira 10 receitas para reaproveitar ou turbinar o arroz do dia a dia