Economia

Crescem riscos de recuperação em ‘V’ da zona do euro se transformar em ‘W’

Esta semana trouxe indícios de que a retomada econômica da zona do euro está se estabilizando e de que a atividade no setor de serviços está se contraindo, segundo Jack Allen-Reynolds, economista sênior para Europa da Capital Economics.

“Com o rigor das medidas de contenção indo numa única direção, há crescente risco de que a recuperação em forma de V se transforme num W”, avaliou Allen-Reynolds, em nota a clientes.

Embora a Capital ache improvável que “lockdowns” nacionais voltem a vigorar na Europa, a consultoria britânica diz que uma das lições da Suécia é que famílias irão voluntariamente reduzir os gastos e empresas irão diminuir a produção mesmo que não sejam forçadas por medidas de governos.

A Capital prevê que o PIB da zona do euro crescerá 10% no terceiro trimestre, mas alerta que uma contração no trimestre seguinte é “cada vez mais plausível”.

Veja também

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?