Giro

Crescem índices de AVC e insuficiência cardíaca em homens com até 40 anos

Crédito: Pexels

Estudo mostra que a obesidade e baixa aptidão física na adolescência são alguns dos motivos que levam a essa expansão nos índices das doenças (Crédito: Pexels)

O AVC (Acidente Vascular Cerebral) e a insuficiência cardíaca tendem a atingir pouco as pessoas mais jovens. No entanto, os registros entre homens de até 40 anos têm aumentado, conforme estudo realizado pela Universidade de Gotemburgo, na Suécia. Obesidade e baixa aptidão física na adolescência são alguns dos motivos que levam a essa expansão.

De acordo com o Olhar Digital, o estudo publicado no Journal of Internal Medicine traz dados de 1,2 milhão de homens que se alistaram no serviço militar da Suécia com idade média de 18,3 anos, entre 1971 e 1995. Desde o alistamento, eles passaram a ser monitorados até 2016. Os critérios de análise incluíram peso, altura e aptidão física. Esses parâmetros foram cruzados com o registro nacional de pacientes e o registro de causas de morte do país.

+ Covid-19: pessoas já infectadas devem esperar um mês antes de vacinar

O estudo mostra que  pessoas com IMC (Índice de Massa Corporal) entre 25 e 30 no momento do alistamento, ou seja, considerados com sobrepeso, aumentaram de 6,6% para 11,2% entre 1971 e 1995. Já a proporção de homens considerados obesos (IMC acima de 30) subiu de 1% para 2,6% no mesmo período. Além disso, o nível de aptidão física dos alistados diminuiu ligeiramente de um ano para outro nesse mesmo intervalo.

David Aberg, professor da Academia Sahlgrenska, a faculdade de Medicina da Universidade de Gotemburgo, e médico do hospital da instituição, um dos autores do estudo, disse, segundo o Olhar Digital, que fatores como sobrepeso, obesidade e baixo condicionamento físico explicam, em parte, o grande crescimento da insuficiência cardíaca e o aumento do número de AVCs.

Os casos de insuficiência cardíaca, em 21 anos após o alistamento, subiram 69% na comparação entre os homens recrutados entre 1971 e 1975 e aqueles que ingressaram entre 1991 e 1995. Já os casos de AVC (infarto cerebral e hemorragia cerebral) a tendência observada foi a mesma. Os infartos aumentaram 32% e as hemorragias subiram 20% na análise comparativa entre os dois cortes de tempo (1971-1975 e 1991-1995).

 

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel