Economia

Crédito imobiliário subiu 60% para aquisição e 50% para construção, diz Abecip

Crédito: Arquivo/Agência Brasil

O crédito para aquisição de imóveis subiu 60% em 2020 ante 2019, para R$ 93,9 bilhões (Crédito: Arquivo/Agência Brasil)

A expansão do crédito imobiliário em 2020 foi puxada, principalmente, pela liberação de financiamentos para a pessoa física fazer a compra de moradias. O crédito para aquisição de imóveis subiu 60% em 2020 ante 2019, para R$ 93,9 bilhões. O montante foi o maior já registrado pelo setor. Deste total, R$ 66,5 bilhões foram para a compra de residências usadas, enquanto R$ 27,5 bilhões para novas unidades.

Já os empréstimos destinados à empresas, para a construção de empreendimentos, cresceram 50% no mesmo período e totalizaram R$ 30,1 bilhões. Esse valor, entretanto, não foi um recorde para o setor, que atingiu o pico em 2011 (R$ 35,2 bilhões) e 2013 (R$ 32,2 bilhões), anos que são lembrados como “boom” da construção.

+ Prefeitura de SP interdita 1.429 estabelecimentos devido à pandemia
+ Pandemia implicou mudança no perfil do estoque e de emissões em 2020, diz Tesouro

Os dados foram divulgados nesta quarta-feira, durante entrevista coletiva de imprensa organizada pela Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip).



Ao todo, os financiamentos para a compra e a construção de imóveis em 2020 somaram R$ 123,97 bilhões em 2020, crescimento de 57,5% na comparação com 2019. O resultado foi o maior da história, superando o montante de R$ 112,9 bilhões visto em 2014.

Estes números consideram apenas os financiamentos com recursos originados nas cadernetas de poupança.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel