Revista

CPI: alvo definido

Crédito: Marcos Correa

Muito vai se falar da CPI. Mas a temperatura certa será informação na mão de poucos. Para o BAF Política, boletim que circula no restrito grupo das altas rodas executivas do mundo corporativo e do mercado financeiro, a CPI deixou claro seu alvo. Na edição de terça-feira (27), abertura dos trabalhos, o BAF deu o tom que tanto tira o sono do capitão Jair.

“Os primeiros requerimentos apresentados pelo senador Renan Calheiros (MDB-AL) jogaram uma bomba no colo do governo ao buscar informações oficiais sobre temas espinhosos, como aquisição de vacinas, medicamentos sem comprovação científica, plano de comunicação e informações sobre regulamentação da Lei 13.979/2020, de isolamento social e quarentena. Em seu discurso, Renan foi hábil ao elogiar antigos desafetos (como Tasso Jereissati, PSDB-CE), adversários atuais (como Ciro Nogueira, PP-PI) e mandar vários recados, como ao dizer que não é o Exército que estará sob análise. Elogiou, várias vezes, a ciência e atacou o obscurantismo. O discurso de Renan já deixa claro que, sim, o Palácio do Planalto tem razão para se preocupar porque as linhas mestras pelas quais se guiará têm como ponto final o governo federal.”

PARA COMPLETA SUPRESA DE NINGUÉM…
STF quis CPI. Juíz da 2a não quis

Charles Renaud Frazão de Morais, juiz da 2ª Vara Federal de Brasília, foi quem concedeu na véspera da instalação da CPI liminar para impedir que Renan Calheiros assumisse a relatoria da Comissão. O pedido da medida partiu da bolsonarista federal Carla Zambelli (PSL-SP). A medida deu em nada e Renan é o relator. Em tempo (1): a CPI só existe por determinação do STF. Em tempo (2): Charles Renaud já foi acusado pelo Ministério Público Federal (MPF) de crime contra o patrimônio e apropriação indébita da época em que comandava uma entidade classista.

JUÍZES CONTRA A LEI

Istock

Levantamento do site Poder 360 sobre punições aplicadas pelo CNJ entre 2006 e 2020. Só podem ser demitidos juízes com até dois anos no cargo. Nas aposentadorias compulsórias são mantidos os salários proporcionais.

.104 Magistrados punidos
.66 Aposentadorias compulsórias
.5 Demitidos

TENDÊNCIA DE VIAGEM
Passaporte de vacinação

Dursun Aydemir

Malinha invocada? Esqueça. Seu novo objeto de desejo para viagens internacionais – quando brasileiro deixar de ser um pária global – será um Passaporte de Vacinação. Na Inglaterra, foi anunciado nesta semana que o app do serviço nacional de saúde (NHS) será a ferramenta. A preocupação das autoridades está na escolha dos países para os quais os viajantes poderão viajar nas férias de verão, em julho e agosto. Os casos de Covid entre ingleses estão em 42 para cada 100 mil habitantes, muito abaixo dos dois principais destinos preferidos pelos britânicos – Espanha (247) e França (694).

PIB GLOBAL, PREVISÃO SOBE

Fabio X

Para o FMI, a recuperação da economia global em 2021 será superior ao previsto em janeiro e o PIB mundial terá alta de 6% – contra 5,5% estimado no início do ano.

O Brasil, pouco vacinado, fica bem abaixo da média.

PARTILHA DE BENS
União Europeia aprova Brexit

Na quarta-feira (28), o Parlamento Europeu aprovou a proposta final por um acordo pelo Brexit. Por 660 votos a favor, 5 contrários e 32 abstenções. O acerto deve ser agora referendado por todos os países do bloco. Não é um divórcio sem mágoas, ressentimentos e desconfianças, em especial por parte da União Europeia, sobre a confiabilidade do atual governo britânico em cumprir sua parte. O acordo prevê tarifas zero e cotas zero, mas serviços financeiros estão fora do pacote. Os ingleses decidiram pelo Brexit em 2016. O primeiro-ministro Boris Johnson afirmou que agora começa um novo relacionamento com a UE como “parceiros comerciais vitais, aliados próximos e iguais soberanos”.

CADA PAÍS COM O MILITAR QUE MERECE